SIGA O EM

Renan cobra presença de Janot em novo debate do Senado sobre abuso de autoridade

A presença do procurador-geral estava prevista na sessão desta quarta-feira, porém ele declinou do convite

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1088224, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag\xeancia Brasil 17/08/2015 ', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/11/23/826295/20161123172759957820e.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 23/11/2016 17:13 / atualizado em 23/11/2016 17:30

Agência Estado

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil 17/08/2015

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), cobrou a presença do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, no próximo debate sobre o projeto de lei do abuso de autoridade no plenário da Casa, previsto para o dia 1º dezembro.

A presença de Janot estava prevista na sessão desta quarta-feira, 23, porém o procurador-geral declinou do convite alegando que participaria de uma sessão no Supremo Tribunal Federal (STF) no mesmo horário. No lugar de Janot, participou do evento a subprocuradora-geral Luiza Frischeisen.

"Teremos uma outra sessão temática com as presenças do ministro Gilmar Mendes e do juiz Sérgio Moro. Talvez fosse o caso de a senhora pedir ao procurador-geral que nós estamos encarecendo a sua presença para este debate", disse Renan à subprocuradora.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600