SIGA O EM

Mulher de Cunha diz a Moro que 'desconhecia' conta em seu nome no exterior

Cláudia Cruz respondeu apenas as perguntas de seus advogados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 1086716, 'arquivo_grande': '', 'credito': 'XGTY / AFP / EVARISTO SA / XGTY ', 'link': '', 'legenda': '', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2016/11/16/824200/20161116193543128790a.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 16/11/2016 15:31 / atualizado em 16/11/2016 19:43

Agência Estado

XGTY / AFP / EVARISTO SA / XGTY

 A mulher do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB/RJ) afirmou nesta quarta-feira, 16, ao juiz federal Sérgio Moro que "desconhecia a existência de conta no exterior em seu nome". Cláudia Cruz é ré em ação penal por movimentar mais de US$ 1 milhão no exterior, valor supostamente oriundo de propinas recebidos pelo marido. A ação apura recursos mantidos por ela em conta no exterior não declarada.

Ela disse que nunca "desconfiou" de Eduardo Cunha. "Quando casei com ele transferi a ele a administração financeira da minha vida. Nunca tive motivos para desconfiar dele", declarou na audiência.

Cláudia respondeu apenas as perguntas de seus advogados. A mulher do peemedebista, que está preso em Curitiba por ordem do juiz Moro, declarou que "apenas usava o cartão de crédito internacional para despesas pessoais e pagamento da educação de filhos". Segundo ela, "a fatura era paga por Eduardo Cunha".
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Alfredo
Alfredo - 17 de Novembro às 11:15
Tadinha da Cláudia. Tão inocente. Ela apenas gastou 1 milhão de dólares sem saber de onde vinha o dinheiro. Queria ter tamanha inocência. Acorda mulher, tua hora também está chegando.
 
Andre
Andre - 17 de Novembro às 10:52
Bandida corrupta sem vergonha. Desconhecia de onde vinha a grana que gastava sem limites aqui e no exterior??? Nem o maior idiota do planeta acredita nisso. Cadeia já. Sem mordomia alguma
 
Antônio
Antônio - 17 de Novembro às 09:40
Era só o juiz coxinha colocá-la algemada, na cadeia por uns dez meses que ela iria lembrar das falcatruas do marido e família.