SIGA O EM

Apenas dois prefeitos conseguiram se reeleger nas cidades da Grande BH

Das nove principais cidades da região metropolitana, apenas os dirigentes de Santa Luzia e Nova Lima saíram vitoriosos nas urnas. Em Contagem haverá disputa no segundo turno

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 03/10/2016 06:00 / atualizado em 03/10/2016 12:39

Alessandra Mello

A disputa nas nove principais cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) não foi fácil para os atuais prefeitos. Somente em dois municípios, os atuais chefes do executivo se reelegeram. Em Contagem, segundo maior colégio eleitoral da RMBH e o terceiro do estado, a campanha foi acirrada e vai para o segundo turno, com o atual prefeito Carlin Moura (PCdoB) e seu antigo secretário, Alex de Freitas (PSDB). Em terceiro lugar ficou o ex-prefeito Ademir Lucas (PR). Os três terminaram o primeiro turno com votação bem próxima um do outro. A diferença entre Carlin (27,87%) e Alex (24,68%) foi de apenas 9.096 votos. Ademir veio logo em seguida com 22,34% ou 63.689 votos.


Em Santa Luzia, Roseli Pimentel (PSB), que tomou posse em janeiro, depois da morte do então prefeito Carlos Calixto (PSB), foi reeleita com 34,55% dos votos, contra 29,56% do Delegado Christiano Xavier (PSD). Candidato do DEM à Prefeitura de Nova Lima, Vitor Penido, que assumiu o comando do município em setembro, depois do afastamento pela Justiça Eleitoral de Cássio Magnani (PMDB), foi reeleito prefeito com 70,09% dos votos, a melhor votação entre as principais cidades da RMBH. Em segundo lugar ficou Jaconias Gomes do PRB com 25,96%. Ao todo foram 56.349 votos nas urnas.

Em Ibirité, Sabará, Ribeirão das Neves, Lagoa Santa e Pedro Leopoldo os atuais ocupantes do executivo não conseguiram se reeleger. E onde houve reeleição, os candidatos assumiram esse ano os mandatos, caso de Nova Lima e Santa Luzia. Pinheirinho (PP), filho do deputado federal Antônio Pinheiro (PP), perdeu a reeleição em Ibirité para William Parreira (PTC) por uma pequena diferença de votos. William teve 50,38% dos votos válidos contra 48,05% de Pinheirinho, uma diferença de apenas 1806 votos.

Em Sabará, o atual prefeito Diógenes Fantini (PMDB) perdeu a disputa para o ex-prefeito e deputado estadual Wander Borges (PSB) por 53,70% dos votos válidos contra 29,33%. Brancos e nulos somaram 14,35% dos votos.

Em Ribeirão das Neves, a atual prefeita Daniela Correa (PT), prima do secretário de Ciência e Tecnologia do governo do estado, Miguel Corrêa (PT), terminou a eleição em terceiro lugar. Juninho Martins do PSC foi eleito prefeito. Em segundo ficou Antônio Carlos Cantor (PPS).

O atual prefeito de Lagoa Santa, Doutor Fernando (PSB), perdeu a reeleição para o ex-prefeito Rogério Avelar (PPS). Fernando terminou a disputa em terceiro lugar com 10,22% contra 64,36% dos votos obtidos por Avelar. O segundo colocado foi Genesco Neto (PMDB) com 25,42% dos votos. Em Pedro Leopoldo, Eloisa de Tadeu (PMB) também não se reelegeu. Ela perdeu para Cristiano Marião (PSD) que teve 67,0% dos votos válidos. A atual prefeita teve 32,97%. Foram apenas dois candidatos.

Já em Betim, também na RMBH, a disputa terminou em primeiro turno com a eleição do empresário Vitório Medioli (PHS) com 61,64% dos votos válidos. Em segundo lugar ficou o deputado estadual Ivair Nogueira (PMDB) com 15,44% dos votos. Ao todo, 236.007 eleitores compareceram às urnas. O atual prefeito, Carlaile Pedrosa (PSDB), não disputou a reeleição. O vereador Welinton Sapão (PPS) foi o terceiro colocado com 8,44% dos votos. Em Vespasiano, a candidata Ilce Rocha (PSDB) foi eleita prefeita com 52,53% dos votos. O atual prefeito Carlos Murta (PMDB) não disputou a reeleição, pois já exerce o segundo mandato.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Ernani
Ernani - 03 de Outubro às 11:19
Em Matozinhos também o atual prefeito foi reeleito. Favor corrigirem a matéria.