SIGA O EM

Governo compra utensílios de prata de R$ 215 mil para cozinha do Planalto

Enquanto estuda onde fazer cortes para conter o rombo no orçamento, governo gasta com peças de luxo para os palácios do Planalto e do Alvorada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/09/2015 11:02 / atualizado em 10/09/2015 14:08

Estado de Minas

Na contramão dos cortes propostos na peça orçamentária enviada ao Congresso, que prevê um rombo de mais de R$ 30,5 bilhões em 2016, o governo está investindo em peças de luxo para compor utensílios de cozinha, segundo revelou a colunista Mônica Bergamo. Foram adquiridos itens de prata que somam R$ 215 mil. As peças são para o Palácio do Planalto, Palácio da Alvorada, além da Granja do Torto, os dois últimos residências oficiais.

As compras incluem 22 recipientes para conservar a temperatura dos alimentos, com valor orçado superior a R$ 4.300 cada peça, 10 colheres de servir com valor unitário de R$ 303. Além disso, a compra ainda inclui cinco espátulas de R$ 1,166, preço individual.

 A reportagem entrou em contato com a assessoria do Planalto para comentar as compras, mas ainda não recebeu retorno. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
arthur
arthur - 10 de Setembro às 16:52
Aperte o 13 e confirma!!!
 
Wagner
Wagner - 10 de Setembro às 16:50
Cadê os comentários dos Petistas?
 
lecio
lecio - 10 de Setembro às 16:01
Na verdade não existe crise. É apenas mais uma manobra para se corromper e maior escala. Estão aí as compras e os seus Gestores...
 
Marcio
Marcio - 10 de Setembro às 15:24
povinho ridículo... crise... que crise??? porque não existe esse negócio de crise... É tudo mentira da oposição! Essa CRISE não existe... povo mentiroso... por isso tem que aumentar os impostos porque está sobrando dinheiro no bolso do trabalhador!
 
Diego
Diego - 10 de Setembro às 15:23
Vocês que estão reclamando dos 215 mil reais... Rolem a tela e vejam numa notícia mais abaixo do portal do uai, que os nobres senadores trocaram toda a frota de carros de luxo e isto custou milhões aos cofres também... Uma pena que o ódio contra Dilma Roussef não permite que esse tipo de coisa tenha mais destaque. Da mesma forma que não é hora de comprar utensílios domésticos para cozinha, também não é hora de dar carro zero KM pra Senador. Como também a ideia do Eduardo Cunha de construir um shopping na câmara com dinheiro público é uma ideia totalmente descabida.
 
Gustavo
Gustavo - 10 de Setembro às 15:21
Aumento de 35% no IR? Agora é a hora de quem realmente trabalha ir às ruas e parar esse país de m...
 
Elias
Elias - 10 de Setembro às 14:09
A faca para fazer os cortes nas despesas não compraram. SÃO ESPERTOS.
 
EDNALDO
EDNALDO - 10 de Setembro às 14:03
Temos os políticos que merecemos!
 
Mineiro
Mineiro - 10 de Setembro às 14:00
Essa é a famosa esquerda caviar!
 
André
André - 10 de Setembro às 13:58
Isso porque a presidente disse que já fez todos os cortes que podia. Ah... Mas quando a farofa é pouca, meu pirão primeiro, não é verdade?
 
SERGIO
SERGIO - 10 de Setembro às 13:35
Ô panela cara... kkk
 
SERGIO
SERGIO - 10 de Setembro às 13:34
Pra eles não tem crise: tem um povo otário para alimentá-los... O dia que revoltarmos e fizermos nossa "revolução francesa" aí sim...
 
ednelson
ednelson - 10 de Setembro às 13:01
é muita vagabundagem este país, o governo dos pobres e trabalhadores que penam para fechar o mês ou conseguir um emprego tem de conviver com este desperdício, um presidente que no primeiro ato comprou um avião novo de luxo para poder curtir o poder.
 
Rodrigo
Rodrigo - 10 de Setembro às 12:49
Um orçamento apertado para 2016, porém mantém 40.000 funcionáríos não concursados nos 39 ministérios, vai fazer um shopping no Senado orçado em 1 bilhão, que no fim custará 1,5 bilhão. Troca de frota de carros com valores fora do mercado. Viagens com uma diária no valor de R$ 30.000,00. Três aeronaves de pequeno porte, um boing, três helicopteros a disposição da presidente. Comprar prataria? E Dilma insiste que não tem onde cortar gastos? Quer aumentar impostos e passar essa responsabilidade para o povo descente que trabalha? Acho que temos de protestar antes de aumentarem impostos. Rua!!!
 
roseli
roseli - 10 de Setembro às 12:30
PALHAÇADA, CORTAM SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA E FAZEM ISSO? É MUITO PARA MINHA CABEÇA
 
Joaquim
Joaquim - 10 de Setembro às 11:59
Esse é mais um pequeno exemplo de como os governantes se consideram inalcançaveis com qualquer tipo de economia. Falam, falam, mas não fazem o minimo necessário. O povo é otário para o governante que deitam e rolam no luxo e na mordomia com o dinheiro publico. Publiquem os gastos com os cartões corporativos que todos cairão duros e saberão um dos motivos do país estar quebrado.
 
MARCELO
MARCELO - 10 de Setembro às 11:58
È isso ai, enquanto nos brasileiros não nos revoltarmos contra esta classe de safados que estão no governo, vamos ver hospitais fechando leitos, enquanto em Brasília os safados estão pensando só em banquetes, Dilma você foi traída por aqueles que te cercam, não venha pedir para o povo te ajudar, e se aumentar os impostos, sou a favor de pararmos de pagar qualquer um e vamos ver onde vai parar este país, peça o dinheiro que falta para fechar o orçamento para a Friboi e demais empresas que ajudaram a te eleger(você e esta cambada de safados).
 
Eduardo
Eduardo - 10 de Setembro às 11:48
Ostentação enquanto o povo esta numa luta tremenda. Pede logo pra sair Dilma!