SIGA O EM

Deputados dizem que PSB deixou Marina "à vontade"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 28/10/2014 18:07 / atualizado em 28/10/2014 19:05

Agência Estado

Líderes do PSB na Câmara dos Deputados afirmaram que o partido está à disposição para que Marina Silva continue como filiada até o momento em que achar conveniente. Nesta terça-feira, 28, a candidata derrotada do PSB à Presidência da República divulgou nota em que nega a intenção de abandonar os planos de criar a Rede Sustentabilidade.

"Ela fica o tempo que quiser no PSB", disse o líder da bancada, deputado Beto Albuquerque (RS), que foi seu vice de chapa na disputa presidencial. "Todos gostaríamos que ela ficasse", emendou.

Embora ressaltem que nenhuma promessa foi feita para convencê-la a continuar na legenda, os que defendem a permanência de Marina no PSB lembram das dificuldades de se criar um novo partido junto à Justiça Eleitoral. Se conseguir o registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Rede não terá num primeiro momento acesso aos recursos do fundo partidário ou direito a tempo de TV. "As condições para criar a Rede são cada vez mais difíceis", comentou um pessebista.

O deputado e presidente do diretório mineiro, Júlio Delgado, afirmou que o partido deixou Marina "à vontade" para definir seu futuro político. "Se ela resolver ficar, é muito bem-vinda", declarou.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600