SIGA O EM

Cerca de mil pessoas fazem ato pró-Aécio em São Paulo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 25/10/2014 13:31 / atualizado em 25/10/2014 15:07

Agência Estado

São Paulo - Cerca de mil pessoas, segundo a Polícia Militar, participaram neste sábado, 25, de uma passeata organizada pela campanha do candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, no centro de São Paulo. O ato foi marcado por gritos de protestos contra o PT.

O ato contou com a participação do governador Geraldo Alckmin, do deputado federal, José Aníbal, do vereador Andrea Matarazzo, do deputado Paulinho da Força e de dirigentes do partido na capital.

Os manifestantes partiram da praça do Patriarca, passaram pela Prefeitura e encerraram a caminhada na praça da República. Alckmin foi escoltado por seguranças ao lado da primeira dama, dona Lu Alckmin. A presença do governador gerou empurra empurra ao longo do percurso.

"Fora, PT", gritaram os militantes tucanos ao passarem em frente à Prefeitura. O prefeito de São Paulo é Fernando Haddad, do PT. Ninguém discursou no evento, em respeito à legislação eleitoral, que proíbe comícios e pedido de voto na véspera das eleições.

"Vamos desmoralizar os institutos de pesquisa", disse o deputado Fernando Capez (PSDB), presente no ato. Ele gritava sobre um carro de som.

A manifestação tucana da manhã desse sábado ocorreu no mesmo local onde, no dia anterior, aconteceu um ato realizado pela campanha da presidente Dilma Rousseff. Cerca de 3 mil militantes petistas caminharam pelo centro, acompanhados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na tarde desse sábado, vai haver mais um ato pró-Aécio na Avenida Paulista. Ele foi organizado aos moldes da manifestação da quarta passada, no Largo da Batata: via internet.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.