SIGA O EM

Aécio e Dilma discutem educação e infraestrutura

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/10/2014 00:37 / atualizado em 20/10/2014 07:19

Agência Estado

São Paulo - No terceiro bloco do debate presidencial da TV Record, Dilma Rousseff (PT) começou citando programas como o ProUni e o Fies e perguntou a Aécio Neves (PSDB) o que ele achava sobre a ampliação do acesso à universidade.

Na resposta, Aécio afirmou que, ao falar de educação, é preciso primeiro falar em creches. "Não há nada que atenda mais a mulher hoje do que ter creche para deixar seus filhos", disse, argumentando o governo federal não entregou o que prometeu nessa área. "Proponho criar a Nova Escola Brasileira. Me orgulho de ter feito da escola mineira a melhor do Brasil", voltou a dizer o candidato.

Na réplica, Dilma afirmou que o governo do PSDB sucateou o Ensino Superior no Brasil, que o partido do adversário foi contra o ProUni e chegou a entrar na Justiça contra ele. Ela disse que as creches foram feitas em parceria com os municípios.

"Assim não é possível entender, se a senhora não consegue dizer", treplicou Aécio, enquanto Dilma mencionava, ao fundo, o programa ProUni. "Vamos entregar as creches que o governo não entregou", afirmou, emendando que Dilma também não cumpriu a promessa que fez na campanha de 2010 de desonerar empresas de saneamento básico. "A senhora repete agora promessas de campanha."

Em sua pergunta, Aécio destacou o tema de infraestrutura e questionou o atraso para a entrega das obras iniciadas no governo da petista.

Na resposta, Dilma listou obras como a ferrovia norte-sul, a usina de Santo Antônio e a transposição do Rio São Francisco que, segundo ela, está "em pleno vapor". "Investimos R$ 200 bilhões em infraestrutura. Se considerar energia, saneamento e recursos hídricos, nos meus quatro anos fiz o que vocês fizeram em oito. Esse é um dos motivos por não haver racionamento de energia", afirmou Dilma, destacando as linhas de transmissão que ligam o Norte do País às outras regiões.

Na réplica, Aécio voltou a afirmar que as obras não foram concluídas, criticou a falta de parceria público-privadas e destacou o sobrepreço. Na tréplica, Dilma citou sobrepreço em obra de Minas Gerais e rebateu a crítica sobre PPPs. "Para quem tem como maior obra um centro administrativo em Minas Gerais, o senhor é bastante ousado. Essa história de não fazer PPP é uma lenda que vocês criaram. Financiamos a PPP que seu governo fez", afirmou.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.