SIGA O EM

Aécio critica campanha do PT e vai acionar Justiça para desmentir acusações

Em campanha neste sábado, em Porto Alegre, candidato do PSDB afirma que Dilma informa dados "absolutamente incorretos"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/10/2014 16:07 / atualizado em 18/10/2014 18:52

Estado de Minas

Igo Estrela/Coligação Muda Brasil
O candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, voltou a criticar neste sábado o tom adotado pela campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) e disse que o seu partido vai acionar a Justiça Eleitoral para desmentir acusações veiculadas na propaganda petista. Aécio cumpriu agenda em Porto Alegre junto com José Ivo Sartori (PMDB), que disputa com Tarso Genro (PT) o governo do Rio Grande do Sul.

"Ninguém desconstrói com mentiras algo que é concreto. Na verdade, a presidente [Dilma Rousseff], lamentavelmente, talvez pelo desespero que tem tomado conta da sua candidatura, infelizmente, talvez também pela distância que tem das questões de Minas Gerais, a cada momento solta dados absolutamente incorretos", afirmou o tucano, acrescentando ainda que a presidente se esquiva das discussões em torno gestão do PT no governo federal. "O fracasso na gestão do Estado Nacional, com as obras como sempre inacabadas ou paralisadas, muitas com sobrepreço, e várias sob denúncia de pagamento de propinas".

Aécio falou também a respeito dos indicadores sociais que, segundo o tucano, pararam de crescer. “O governo fracassou também na melhoria dos nossos indicadores sociais. O inimaginável aconteceu. O analfabetismo voltou a crescer no Brasil, são coisas inimagináveis. Existe hoje uma crise no Ipea [Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas] em relação aos dados que vêm sendo divulgados pelo governo, que, segundo algumas denúncias, não correspondem exatamente aos dados do próprio Ipea".