SIGA O EM

Dilma diz que PSDB 'tirou os pobres do orçamento'

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/10/2014 17:49 / atualizado em 08/10/2014 18:55

Agência Estado

A presidente Dilma Rousseff defendeu nesta quarta-feira, 8, em discurso durante evento com líderes políticos em Teresina, que é preciso "superar a visão elitista que, quando governou o País, tirou os pobres do orçamento". Segundo ela, o PSDB, quando presidia o Brasil, só colocou no orçamento políticas para um terço da população. "Nós, não. Nós achamos que os 202 milhões de brasileiros são muito valiosos para você perder um que seja."

A presidente aproveitou para citar a criação do Bolsa Família, como uma política de inclusão, e voltou a criticar os tucanos. "Eles falam que vão fazer melhor o Bolsa Família. Por que nunca fizeram antes?", questionou sob aplausos dos presentes. "E por que, quando puderam, fizeram o Bolsa Família mirradinho assim, pequenininho assim, para poucas pessoas assim? Nós não, fizemos e inclusive procuramos aqueles que têm direito ao Bolsa Família", completou.

Em seguida, Dilma lembrou do Minha Casa Minha Vida e também questionou a oposição que tem prometido melhorar o programa. "Eles estão falando que vão melhorar o Minha Casa Minha Vida. Como é que vão melhorar, se nunca fizeram?" Ela lembrou ainda que o PSDB foi contra o Mais Médicos e questionou como é que agora prometem melhorar o programa. "Como é que vão melhorar o Mais Médicos se eles são contra o Mais Médicos?"

A presidente Dilma afirmou ainda que o maior compromisso do seu governo é garantir que a educação esteja no centro de tudo. "Aí eu quero dizer que nós vamos criar mais de 12 milhões de oportunidades dentro do Pronatec." Ela ainda afirmou compromisso com investimento na infraestrutura e transporte urbano. "Fico feliz quando vejo o Wellington Dias eleito governador. Eu tenho um parceiro agora, para a gente acabar com as obras que temos de acabar", disse.

Em todo o País, a presidente Dilma Rousseff obteve 41,59% dos votos válidos no primeiro turno, ante 33,55% de Aécio Neves (PSDB) e 21,32% de Marina Silva (PSB). No Piauí, a petista conquistou 70,61% dos votos válidos, ou 1,2 milhão de votos - a maior votação proporcional em um Estado. O candidato do PT ao governo do Piauí, Wellington Dias, foi eleito já no primeiro turno, com 63,08% dos votos.
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.