SIGA O EM

Vereadores de BH sofrem derrota em massa nas eleições para deputado

Dos 18 candidatos, apenas quatro se elegeram deputados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/10/2014 00:12 / atualizado em 07/10/2014 07:47

Flávia Ayer

Vereadores de Belo Horizonte fracassaram na tentativa de alcançar degraus mais altos do Legislativo. Apenas quatro dos 18 parlamentares que disputaram cadeiras para deputado estadual e federal conseguiram conquistar o cargo. O número de eleitos é quase a metade das eleições de 2010, quando sete vereadores migraram de plenário. Somente Iran Barbosa (PMDB), no segundo mandato na Câmara Municipal, conquistou vaga na Assembleia Legislativa. Já a bancada federal vai receber o delegado Edson Moreira (PTN), Marcelo Álvaro Antônio (PRP) e Marcelo Aro (PHS) – os três estão no primeiro mandato.

Veterano na Câmara Municipal, o vereador Arnaldo Godoy (PT), que está em seu quinto mandato, não teve sucesso ao estrear na disputa ao cargo de deputado estadual. Godoy conquistou 12.477 votos, bem próximo do que conseguiu nas eleições municipais de 2012, quando recebeu 11.538. “Foi uma campanha muito focalizada nos candidatos majoritários. Houve uma disputa em nível nacional que monopolizou a atenção dos eleitores”, afirma. Outro entrave, segundo ele, foi a concorrência forte de deputados estaduais que tentam a reeleição e têm sua base em BH. “O André Quintão, o Rogério Correia e o Paulo Lamac (todos do PT) atuam em Belo Horizonte. E, para a gente sair de BH, fica muito caro”, aponta.

Quarto vereador mais votado nas últimas eleições, Bim da Ambulância (PTN), que está em seu primeiro mandato, disse ter encontrado dificuldade de fechar alianças com liderança. “Elas já estão com a velha política de formação de alianças”, critica. Segundo Bim da Ambulância, a dimensão da campanha e a logística na aplicação de recursos foram pontos desafiantes para sua candidatura.

Com 41.254 votos, mais do que muitos deputados estaduais eleitos, Bim ficou como segundo suplente e tem esperança de assumir cadeira na Assembleia Legislativa. “A mudança do governo de estado abre possibilidades reais de deputados subirem para o governo”, aponta o vereador, que também critica a atenção maior dada às eleições majoritárias, para governador e presidente. “Fiquei muito frustrado, mas também feliz com reconhecimento do eleitorado. Estamos com a sensação de estarmos eleitos, mas sem mandato”, diz.

Também estreante na disputa ao cargo de deputado estadual, Joel Moreira Filho (PTC), que teve 6.496 votos, acredita que a descrença dos eleitores na política atrapalhou o resultado. Apesar de ter ficado de fora, comemorou o desempenho. “Tive quase 15 mil votos, tripliquei a eleição para vereador”, ressalta Moreira Filho, que afirmou ser cedo para dizer se a campanha serviu de impulso para as eleições municipais 2016.

TRANSIÇãO CONTURBADA
Na reunião plenária de ontem, parlamentares cumprimentaram os colegas eleitos deputados e aproveitaram para saudar a chegada de novos companheiros, os suplentes Márcio Almeida (PRP), Lúcio Bocão (PTN), Reinaldo Preto do Sacolão (PMDB) e André Alves (PHS), que disputou o governo de Minas. Márcio Almeida e Preto do Sacolão já exerceram mandatos como vereador.

Mas a transição não deve ser tão tranquila, já que Heleno (PSDB) reivindica a vaga de André Alves. Heleno era o primeiro suplente de Marcelo Aro, mas se desfiliou do partido há dois anos, por causa de desentendimentos. “Não tive nenhuma conversa nem acordo ainda com o PHS, vou esperar a decisão do TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral) para reivindicar a vaga”, afirma. Marcelo Aro, presidente estadual do PHS, não foi encontrado pela reportagem ontem.

QUEM PERDEU

l Adriano Ventura (PT)
l Antônio Torres - Gunda (PRP)
l Arnaldo Godoy (PT)
l Bim da Ambulância (PTN)
l Coronel Piccinini (PSB)
l Gilson Reis (PCdoB)
l Joel Moreira Filho (PTC)
l Léo Burguês de Castro (PTdoB)
l Orlei (PTdoB)
l Pablo César - Pablito (PV)
l Sérgio Fernando Pinho Tavares (PV)
l Tarcísio Caixeta (PT)
l Vilmo Gomes (PTdoB)

QUEM GANHOU

Deputado estadual
l Iran Barbosa (PMDB)

Deputado federal
l Delegado Edson Moreira (PTN)
l Marcelo Álvaro Antônio (PRP)
l Marcelo Aro (PHS)