SIGA O EM

Fernando Pimentel é eleito governador de Minas

O petista derrotou o tucano Pimenta da Veiga no primeiro turno

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/10/2014 19:24 / atualizado em 05/10/2014 22:33

Marcelo Ernesto

Juarez Rodrigues/EM/D.A Press

Com 100% das urnas apuradas, o candidato do PT ao governo de Minas, Fernando Pimentel, foi eleito governador do estado no primeiro turno com 52,98% dos votos. O ex-ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior venceu o adversário Pimenta da Veiga (PSDB) que ficou com 41,89%. A vitória já vinha sendo apontada nas últimas pesquisas de intenção de voto, que apresentavam o petista com cerca de 20 pontos à frente do tucano. Na terceira posição, o pessebista Tarcísio Delgado ficou com 3,91% dos votos apurados.

Mais cedo, Pimentel se mostrou cauteloso quanto ao resultado das urnas. O ex-ministro da presidente Dilma Rousseff disse que "pesquisa boa quem faz é o TRE. Vamos esperar as urnas serem abertas e os votos serem contados. Respeito os votos dos mineiros", afirmou.

Fernando Pimentel foi escolhido para concorrer em Minas Gerais em convenção realizada no dia 14 de junho deste ano. O ex-prefeito de Belo Horizonte contou com o apoio do ex-presidente Lula, mas na reta final da campanha contou, principalmente, com a presença da candidata à reeleição, Dilma Rousseff. Somente na última semana Dilma participou de três atos com Pimentel em Belo Horizonte.

Perfil

Fernando Pimentel nasceu em 31 de março de 1951, em Belo Horizonte. Formado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC Minas). Professor concursado do Departamento de Ciências Econômicas da UFMG. Militante político, preso e torturado durante a ditadura militar. Ex-secretário da Fazenda na Prefeitura de Belo Horizonte, durante o governo Patrus Ananias ( 1993/1996).

Ex-secretário de Governo, Planejamento e Coordenação Geral na administração da prefeitura de BH, durante o governo Célio de Castro (1997/1999). Em 2000, assume o cargo de vice-prefeito eleito de Belo Horizonte, na chapa à reeleição de Célio de Castro. Dois anos depois assume o cargo com o afastamento, por motivo de saúde, de Célio de Castro. Em 2004, é eleito prefeito de BH. Em 2011, é nomeado pela presidente Dilma Rousseff ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Deixa o cargo em abril deste ano para concorrer ao governo de Minas Gerais