Cabo rompido provoca queda de energia e deixa estações do Metrô paradas no DF

O Metrô-DF afirma que ainda nesta manhã deve restabelecer a energia elétrica, para possibilitar a circulação de alguns trens

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 01/07/2014 09:44

Jacqueline Saraiva / , Mirelle Pinheiro /

Reprodução

Problemas na iluminação do túnel por onde passam os trens da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) pararam o funcionamento de algumas estações nesta manhã de terça-feira (1°/7). O rompimento de um cabo de energia é a causa da falha. Segundo o Metrô-DF, os veículos que saem de Ceilândia e Samambaia conseguem chegar até a estação Asa Sul. Depois deste trecho até a Central, os pilotos não podem seguir, pois não há comunicação até a última estação, localizada na Rodoviária do Plano Piloto.

O Metrô-DF afirma que vem enfrentando problemas desde a semana passada com o abastecimento de energia elétrica, por conta de obras realizadas na via que passa sobre a N2, paralela ao shopping Conjunto Nacional. As modificações feitas no local provocaram o rompimento de um dos cabos responsáveis pela alimentação do sistema. A carga já havia sido restabelecida, mas uma sobrecarga ocorrida hoje provocou o desligamento da luz da Central até a Asa Sul.

Mirelle Pinheiro/CB/DA Press

Reforço nos ônibus
Por conta do incidente, o Metrô-DF informa que os passageiros podem seguir nos trens até a estação Asa Sul e de lá embarcar nos ônibus das linhas que fazem a integração, para chegar ao destino final. Não será cobrada passagem adicional por este trecho de viagem. A quantidade de ônibus será reforçada para garantir que todos consigam seguir.

O Metrô-DF também ressalta que já está trabalhando para restabelecer a energia elétrica ainda nesta manhã e possibilitar pelo menos a circulação de alguns trens. O restabelecimento completo do sistema, no entanto, ainda não tem previsão de normalização.
Tags:
Comentários O comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.