Publicidade

Estado de Minas

Advogado é preso por ofensa racista no Aeroporto de Confins

Vítima era uma atendente da Azul Linhas Aéreas; crime ocorreu no início da manhã desta sexta-feira


postado em 04/08/2017 13:08 / atualizado em 05/08/2017 15:08

Um homem foi preso na manhã desta sexta-feira no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Grande BH, após uma ofensa racista contra uma funcionária negra da Azul Linhas Aéreas. A princípio o suspeito se apresentou como advogado, mas a OAB-MG negou a informação e disse que ele foi 'apenas estagiário e está com o registro cancelado'.

Segundo as primeiras informações, o homem teria se desentendido com a mulher e dado a ela uma banana ainda no balcão de check-in. O suspeito chegou a embarcar em um voo, mas foi preso em flagrante.

O agressor, a vítima e testemunhas foram inicialmente levados para a Superintendência da Polícia Federal, em Belo Horizonte, no Bairro Gutierrez, na Região Oeste, mas de acordo com a PF, foram encaminhados, em seguida, para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil, em Vespasiano.

Em nota, a Azul Linhas Aéreas informou que “já está prestando assistência à sua tripulante e que não vai comentar o caso para não atrapalhar o inquérito policial".
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade