SIGA O EM

Criminosos invadem escolas e furtam alimentos das crianças em Contagem

Instituição que atende crianças de 0 a 5 anos teve aulas suspensas. Escola vizinha também foi invadida. Extintores de incêndio foram usados na depredação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 17/02/2017 13:19 / atualizado em 17/02/2017 13:32

Cristiane Silva

Duas instituições de ensino municipais de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, foram furtadas e vandalizadas. Os crimes foram descobertos na manhã desta sexta-feira. Até o estoque de alimentos foi levado de uma delas.

De acordo com a Polícia Militar (PM), primeira denúncia recebida sobre o Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Jardim Laguna. A diretora disse que chegou à instituição, que atende crianças de 0 a 5 anos, por volta das 7h e encontrou a cantina arrombada. Guardas municipais já estavam no local, que foi isolado.

Segundo a PM, a perícia da Polícia Civil constatou que eles cortaram a cerca de arema e e grades da escola, arrombaram a porta e uma janela da cantina e levaram todos os mantimentos da dispensa e uma panela de pressão. Além disso, eles usaram um extintor de pó químico sobre toda a cozinha, destruindo os alimentos e peças que não conseguiram levar.

A suspeita é de que os mesmos criminosos invadiram a Escola Municipal Maria Silva Lucas, ao lado da Cemei. Lá, eles abriram a porta da cantina, furtando quatro facas e dois potes de manteira. Eles também usaram um extintor para danificar a cantina e aplicaram o produto no corredor que leva à diretoria.

Ainda conforme a polícia, a diretora da escola soube que, na noite de quinta-feira, alguns jovens pularam o muro dizendo que estavam atrás de um aluno, deram uma volta na escola e fugiram pulando um muro lateral. Como não estava no local no momento da invasão, ela não soube dizer se eram ex-alunos. A polícia informou que escola tem câmeras de segurança. Os crimes foram registrados na 1ª Delegacia de Polícia de Contagem.

PREFEITURA Por meio de nota, a prefeitura de Contagem confirmou o caso da Cemei Jardim Laguna. A diretora informou que 260 alunos foram prejudicados pelo ato e as aulas devem voltar na próxima segunda-feira, em horário normal. “O Cemei conta com porteiro durante o período de aula. Após, a segurança é realizada por meio de rondas da guarda municipal e pelo sistema de câmeras de monitoramento. As imagens do circuito de segurança serão e entregues à polícia e peritos para serem analisadas”, diz a nota.

O em.com.br entrou em contato com  Secretaria de Educação de Contagem para obter mais detalhes sobre a situação da Escola Municipal Maria Silva Lucas e aguarda resposta.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
valmir
valmir - 17 de Ferveiro às 14:38
tá certo..não dizem os sabidos que lugar de criminoso é na escola..e não na prisão???