SIGA O EM

Se presidente da Samarco não comparecer para prestar depoimento, será buscado pela PM

Decisão é do promotor Guilherme Meneghim, que aguarda a presença de d Ricardo Vescovi na tarde dessa terça-feira. "Considero um desrespeito ele não prestar depoimento na comarca onde ocorreu o desastre", disse Meneghim

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[]

postado em 01/12/2015 12:21 / atualizado em 01/12/2015 12:48

Paulo Henrique Lobato - Enviado especial

Mariana - Se o diretor-presidente da mineradora Samarco, Ricardo Vescovi, não comparecer ao Ministério Público de Mariana na tarde desta terça-feira, a Polícia Militar será encaminhada para conduzir o executivo coercitivamente. A decisão é do promotor Guilherme de Sá Meneghim, do MP em Mariana, que aguarda a presença de Vescovi às 13h30, horário marcado para a oitiva.

"Considero um desrespeito da Samarco o seu diretor-presidente não prestar depoimento na comarca onde ocorreu o desastre", afirmou o promotor, lembrando que, na terça-feira passada, Vescovi não compareceu para prestar depoimento. Em seu lugar foram enviados dois advogados que justificaram a ausência alegando que o executivo tinha outros compromissos.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600
 
Marcio
Marcio - 01 de Dezembro às 16:43
Esse promotor e mais dentre muitos que querem aparecer em função desta tragedia. fazer algo pelo Rio Doce ninguém nunca fez...agora muitos posam de heróis da nação. cambada de hipocritas