SIGA O EM

Mais três corpos são encontrados na região da tragédia em Mariana

De acordo com o delegado Rodrigo Bustamante, da Polícia Civil, as vítimas estavam próximas à área das duas barragens que se romperam na cidade

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/11/2015 09:10 / atualizado em 12/11/2015 19:29

João Henrique do Vale , Daniel Camargos /

Euler Junior/EM/D.A Press

A polícia tenta identificar três corpos que foram encontrados nessa terça-feira próximo à região das barragens que cederam em Mariana, na Região Central de Minas Gerais. Até o momento, já foram confirmadas seis mortes. A Polícia Civil pediu uma contraprova para a liberação do corpo Vando Maurílio dos Santos, funcionário da Integral Engenharia que morreu no desastre. Exames de DNA foram realizados e os resultados foram repassados para a família. Porém, outros procedimentos foram pedidos para a confirmação. As buscas foram retomadas pelo Corpo de Bombeiros na manhã desta quarta-feira.

O corpo do funcionário foi encontrado próximo às barragens e foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) por causa do avançado estado de decomposição. De acordo com funcionário do cemitério de Santana, José Martins, o pai de Vando foi ao local no início da manhã desta quarta-feira para definir um jazigo para o filho.

Segundo o delegado Rodrigo Bustamante, outros três corpos foram encontrados nessa terça-feira também próximos às barragens. Eles foram levados para um local de Mariana que não foi informado pelo policial.

As equipes de busca começaram esta quarta-feira à procura de 21 pessoas. São 11 funcionários que trabalhavam nas barragens da mineradora Samarco e 10 pessoas que tiveram os nomes informados por familiares atingidos pelo desastre.

Um homem, Afonso Augusto Alves, de 54 anos, que constava na lista de pessoas desaparecidas, foi encontrado nessa terça-feira. O morador do distrito de Camargos se apresentou no posto de Comando das Operações e está abrigado na casa de familiares. Afonso era produtor de mel e ficou isolado em um sítio no distrito de Camargos.

As buscas para encontrar novos corpos foram retomadas na manhã desta quarta-feira. O Corpo de Bombeiros pede que os moradores não retornem às áreas próximas as barragens de Fundão e Santarém até que os procedimentos de segurança sejam concluídos. O receio é por causa dos abalos sísmicos que atingiram a região nessa terça-feira.

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600