SIGA O EM

Casal de idosos é morto a pedradas e a facadas em Dores do Indaiá

O filho do casal, que tem problemas mentais, foi encontrado trancado dentro de um banheiro da casa, onde ocorreu o crime

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/10/2013 14:58 / atualizado em 10/10/2013 15:03

Simone Lima

Polícia Civil de Dores do Indaiá

Um casal de idosos foi assassinado a pedradas e a facadas nesta quarta-feira em um sítio em Dores do Indaiá, no Centro-Oeste de Minas. Os corpos de Mauricio de oliveira, de 70 anos e Ivone Gonçalves de Oliveira, de 74 foram encontrados dentro de uma piscina vazia. O filho do casal, que tem problemas mentais, foi encontrado trancado dentro de um banheiro da casa. Ele estava em uma cadeira de rodas e usava apenas fraldas geriátricas.

Segundo informações da Polícia Militar, ao lado dos corpos estavam as pedras usadas na agressão. De acordo com a Polícia Civil, a suspeita é que Maurício havia ido até a padaria e, ao retornar, flagrou a esposa sendo agredida por um dos criminosos.

Polícia Civil de Dores do Indaiá
Um caseiro que trabalha no sítio disse não ter ouvido nada e que só percebeu que algo estranho estava acontecendo quando viu o carro de Maurício, um Siena, saindo do sítio em alta velocidade. O carro foi encontrado, horas depois, abandonado em uma estrada vicinal, próximo à Abaeté.

Dentro da casa, os policiais encontraram os móveis revirados e marcas da agressão. Havia sangue no corredor que dá acesso à sala de estar e no quarto do casal. Foi feito bloqueio em toda região para tentar achar pistas de supostos envolvidos com o assassinato. Um pedreiro, de 34 anos, que trabalhou na casa das vítimas há cerca de 15 dias foi preso como suposto autor do crime. Outro homem, que também trabalhou nesta reforma, segue foragido.

Tags: