18°/ 28°
Belo Horizonte,
24/ABR/2014
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Trabalhadores da limpeza urbana fazem protesto e causam lentidão na Pampulha Após ocupar toda a Avenida Presidente Carlos Luz, no sentido Centro, grupo segue pela Avenida Pedro II, em direção à sede do sindicato, no Bairro Prado

Estado de Minas

Publicação: 12/08/2013 09:43 Atualização: 12/08/2013 11:41

Protesto dos coletores de lixo causou lentidão na Avenida Catalão (Paulo Filgueiras/EM DA Press)
Protesto dos coletores de lixo causou lentidão na Avenida Catalão
Trabalhadores da Arclan, uma das empresas terceirizadas de coleta de lixo domiciliar de Belo Horizonte, realizam manifestação na Região da Pampulha, na manhã desta segunda-feira, em Belo Horizonte. Cerca de 100 pessoas participam do protesto.

De acordo com a BHTrans, o grupo ocupou toda a via na Avenida Presidente Carlos Luz, no sentido Centro, próximo ao Shopping Del Rey, no Bairro Caiçara, Região Noroeste de BH, causando lentidão até a Rua Conceição do Mato Dentro. Em seguida, os trabalhadores se deslocaram para a Avenida Pedro II, onde ocuparam duas faixas e seguiram em direção à sede do sindicato, no Bairro Prado, na Região Oeste da capital.

Segundo os coletores de lixo, a categoria está sem receber o vale transporte há cerca de três meses. Além disso, eles reclamam das frequentes horas extras, argumentando que a empresa bate o cartão dos funcionários antes da hora em que realmente param de trabalhar.

Em nota, a Superintendência de Limpeza Urbana de Belo Horizonte (SLU) informou que foi surpreendida com a interrupção dos serviços da empresa nesta manhã. A Arclan informou ao órgão que a paralisação dos funcionários ocorre por questões internas da empresa, mas não entrou em detalhes.

Para garantir a manutenção dos serviçõs para a população das regiões da Pampulha, Norte e Venda Nova, atendidas pela Arclan, a SLU desencadeou um plano emergencial, com a utilização de pessoal e caminhões próprios, das equipes de multitarefa. A substituição deve ter início por volta de 12h. Além disso, a superintendência faz levantamento para verificar o descumprimento do contrato por parte da empresa terceirizada.

Tags:

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: Marco Pereira
Vou só escrever um pensamente aqui. Alguem gostaria de trabalhar como estes lixeiros trabalham? Eles merecem ou não o que estão pedindo? | Denuncie |

Autor: Marco Pereira
DEVEMOS DAR TOTAL APOIO PARA ESTES TRABALHADORES. SEM ELES, O QUE SERIA DAS RUAS, BAIRROS, CIDADES...MERECEM TOTAL ATENÇÃO DE QUEM OS PAGAM E DIREITOS QUE SÃO MAIS DO QUE JUSTOS. SEJA TUDO PELO AMOR DE DEUS. ACERTEM COM ESSES BRAVOS TRABALHADORES. | Denuncie |

Autor: SAULO P. I.
cade o fiscal da prefeitura do ministerio do trabalho para verificarem a suposta pilantragem da empresa terceirizada, sera que o prefeito tb vai ter que ser baba dos fiscais para eles poderem fiscalizar......... parem tudo mesmo .................... | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história efaça parte da rede de conteúdo do grupo Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.