Garota de programa é assassinada a tiros em Betim

O crime pode ter sido uma queima de arquivo, porque a mulher testemunhou um estupro cometido por um traficante

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Uma garota de programa foi executada a tiros no fim da noite de segunda-feira no local onde trabalhava em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A polícia tem um suspeito para o crime, um homem que já estava ameaçando Cleunice Maria Teixeira, 46 anos. Ela havia jurado a mulher de morte.

Segundo a Polícia Militar (PM), o atirador chamou pela mulher no local onde ela faz programas na Praça Senador Milton Campos. Ela saiu ao encontro dele, mas foi surpreendida pelos tiros. A mulher foi atingida por dois disparos na cabeça. Ela chegou a ser socorrida ao Hospital Regional de Betim, mas morreu antes de dar entrada.

O crime pode ter sido uma queima de arquivo. Segundo a PM, Cleunice testemunhou um estupro da uma criança cometido pelo irmão desse suspeito, que é traficante conhecido da região. O nome do suspeito ainda não foi divulgado e militares estão em busca dele.
Tags: