SIGA O EM
 col-xs-12

Tradição ganha ponto

Empresas que estão no mercado há muitos anos destacam que, para ter crescimento sustentável, é preciso coerência e respeito com o cliente. Investimento em tecnologia também é fundamental

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
[{'id_foto': 769314, 'arquivo_grande': None, 'credito': 'Beto Magalhaes/EM/D.A Press', 'link': '', 'legenda': 'Andr\xe9 Giffoni, da Drogaria Ara\xfajo, diz que, mesmo com hist\xf3ria, \xe9 preciso qualidade', 'arquivo': 'ns62/app/noticia_127983242361/2014/12/21/601492/20141221095829549365i.jpg', 'alinhamento': 'center', 'descricao': ''}]

postado em 21/12/2014 10:00

Beto Magalhaes/EM/D.A Press

Com 130 lojas espalhadas em 13 cidades no estado, a Drogaria Araujo é um desses nomes que muitos mineiros se referem quando o assunto é drogaria. Há 108 anos no mercado, a Araujo, segundo conta o gerente de marketing da empresa, André Giffoni, tem, por ano, 40 milhões de clientes, cerca de 110 mil por dia. Anualmente, o faturamento é de R$ 1,5 bilhão. Porém, mesmo há tanto tempo em Minas ele não destaca isso como o diferencial, uma vez que, segundo ele, o consumidor cobra o momento. “O passado nos dá credibilidade, mas temos que ser bons hoje.”

Sobre a história dessa empresa secular, André conta que Modesto Araújo, fundador da drogaria, era um homem reconhecido e respeitado em BH, tanto que seus anúncios tinham a sua assinatura. “Em 1906, levava o nome de Farmácia Mineira. Porém, uma concorrente pôs o mesmo nome. Então, ele mudou para Araujo e a marca leva até hoje o valor da assinatura do Modesto”, comenta. André lembra que, mesmo com o nome de peso, não há uma receita para se consolidar no mercado e o foco maior é ter coerência no que a Araujo se propõe fazer. E o objetivo principal da empresa, segundo André, é ter aquilo que o cliente procura.

“A qualidade, variedade de serviços e conveniência são os nossos pilares”, defende. Sobre a marca estar sempre no ranking das mais prestigiadas em Minas, ele diz que a pesquisa mostra que “estamos no caminho certo”. “É a nossa biruta”, define. Para ele, a boa reputação se deve muito à preocupação de ter os produtos que o cliente precisa. “E a nossa garantia de qualidade. Além disso, temos uma equipe que veste nossos valores.”

No momento em que as redes sociais estão dando cada vez mais vozes aos consumidores e se tornaram desafio para as empresas, André chama a atenção para as coisas que não mudam. “O cliente tem que ser bem atendido, isso hoje ou há 100 anos. Se algo não vai bem, atualmente, as redes ampliam essa frustração do consumidor. Por outro lado, com isso, temos a chance de, em menor tempo, corrigir nossos erros e estar cada vez mais próximos dos clientes.” Para a reputação interna, André conta que quem chega para trabalhar ali costuma dizer que a Araujo tem alma. “Com as novas expansões, estamos implantando novas ferramentas para ficar mais próximos dos funcionários. Tanto é que criamos uma rede social interna que permite a troca de informação e facilita o trabalho de todos”, revela.

VALORES Também no ranking no ano passado da pesquisa do Estado de Minas, o Laboratório Hermes Pardini vem se expandindo e, segundo o diretor-presidente do grupo, Roberto Santoro, a pesquisa agrega ainda mais valor à marca. “Antigamente, as empresas se preocupavam apenas com ações isoladas e voltadas para a divulgação. Hoje, elas precisam estabelecer estratégias para a divulgação associadas à credibilidade e à reputação. O mercado está cada vez mais competitivo e a reputação é o cartão de visitas. Uma vez conquistada a credibilidade, é fundamental criar estratégias para mantê-la.” O Hermes Pardini detém hoje 70% do market share de análises clínicas de BH e região metropolitana, além de prestar apoio para mais de 5 mil laboratórios do Brasil. “No ano passado, inauguramos 18 unidades em Minas Gerais. Neste ano foram oito”, comemora Roberto.

Por esse motivo, ele destaca que o Hermes Pardini vem consolidando grandes mudanças para fortificar sua marca e garantir um crescimento sustentável e promissor. “Essa força depende de uma comunicação integrada, atenta para os valores da empresa, em consonância com as necessidades dos clientes. No caso do Hermes Pardini, o principal valor é que a ‘vida só tem sentido com saúde’. E é isso que move a empresa há mais de 50 anos. Nossa atuação está ancorada também no objetivo de oferecer confiança e tranquilidade aos usuários, investindo em tecnologia e estrutura para a promoção e prevenção da saúde por meio da oferta de serviços em medicina diagnóstica e preventiva de alta qualidade”, comenta.
Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
600