Publicidade

Estado de Minas

Homem é preso por manter filha autista em cárcere privado em BH

VALQUIRIA LOPES / GERAIS - ESTADO DE MINAS Ela estava igual a um cachorro, que você vai lá, põe comida e deixa preso. O próprio cachorro ainda tinha a liberdade de sair para dar uma volta e a mulher não. Essa foi a descrição usada pela Polícia Civil nesta segunda-feira para explicar a forma como vinha sendo mantida uma mulher autista de 39 anos, vítima de sequestro e cárcere privado há cerca de um ano, em Belo Horizonte. O autor do crime era o próprio pai dela que, após o início de uma relação estável com a atual mulher, passou a trancar a filha em um terreno que funcionava como estacionamento de veículos. No local, no Bairro Goiânia, Região Nordeste da capital, a polícia constatou que ela tinha como companhia um cachorro, recebia alimentação jogada pelo muro em potes de sorvete e até comia terra e as próprias fezes.


postado em 21/08/2017 15:49

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade