Publicidade

Estado de Minas TECNOLOGIA

Amazon faz atualização após Alexa sugerir desafio perigoso a criança

'Insira o carregador do celular até a metade em uma tomada na parede e depois toque com uma moeda na parte exposta dos pinos' foi a recomendação dada pelo aparelho.


28/12/2021 22:00 - atualizado 28/12/2021 22:00

Alexa, assistente virtual da Amazon, em uma mesa
Alexa, assistente virtual da Amazon, fez recomendação que colocou em risco criança de 10 anos (foto: Getty Images)
A Amazon fez uma atualização em sua assistente virtual Alexa depois que o aparelho "desafiou" uma garota de 10 anos nos Estados Unidos a encostar uma moeda nos pinos de um carregador de celular que estava em uma tomada.

 

A sugestão foi feita pela Alexa após a garota solicitar "um desafio".

 

"Insira o carregador do celular até a metade em uma tomada na parede e depois toque com uma moeda na parte exposta dos pinos", recomendou a assistente.

 

A Amazon disse que consertou o erro assim que a empresa soube do problema.

 

A mãe da garota, Kristin Livdahl, descreveu o incidente no Twitter: "Estávamos fazendo alguns desafios de exercícios físicos como ficar deitada ou rolar segurando um sapato com os pés passados por um professor no YouTube um pouco antes. Ela queria mais um (desafio)".

 

Foi quando o alto-falante Echo sugeriu participar de um desafio "encontrado na internet".

 

A brincadeira perigosa, conhecida como "o desafio da moeda", começou a circular no TikTok e outras redes sociais há cerca de um ano.

Risco de perder dedos

Metais conduzem eletricidade e o contato com pinos ligados à rede elétrica pode provocar choques, incêndios e outros prejuízos.

 

"Você pode perder dedos, mãos, braços", disse Michael Clusker, responsável por um posto do Corpo de Bombeiros na cidade inglesa de Carlile ao jornal "The Press", de Yorkshire, em 2020.

 

"O resultado é que alguém pode ficar seriamente ferido."

 

Bombeiros nos Estados Unidos também já alertaram para o perigo do "desafio".

Em um tuíte, a mãe da garota contou que no momento do sugestão ela gritou "Não, Alexa, não!".

 

Mas ela disse que sua filha era "esperta demais para fazer algo assim".

 

Em comunicado enviado à BBC, a Amazon disse que fez uma atualização na Alexa para evitar que a assistente virtual fizesse essa recomendação no futuro.

 

"A confiança do cliente é o centro de tudo que nós fazemos e a Alexa é pensada para passar informações precisas, relevantes e úteis aos nossos consumidores", diz o comunicado.

 

"Assim que soubemos desse erro, nós tomamos uma rápida ação para consertá-lo."

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade