Publicidade

Estado de Minas TECNOLOGIA

Brasil é vice-campeão no uso de aplicativos, atrás apenas da Índia

Estudos também mostram que quase 95% dos brasileiros utilizam o celular para tarefas além da comunicação, que vão de serviços cotidianos a fins profissionais


postado em 10/12/2018 16:19 / atualizado em 11/12/2018 15:47

 

Em 24 horas, os brasileiros administram cerca de 10 aplicativos(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press %u2013 5/7/18)
Em 24 horas, os brasileiros administram cerca de 10 aplicativos (foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press %u2013 5/7/18)

 

O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking de países com maior número de apps utilizados por mês. Cada pessoa utiliza uma média superior a 40 durante o período – para se ter ideia, em 24 horas, os brasileiros administram cerca de 10 aplicativos. As informações são do relatório Spotlight on Consumer App Usage, publicado pela App Annie, empresa estadunidense especialista em pesquisa de mercado. Em primeiro lugar, está a Índia.


O gosto do brasileiro pelo celular, entretanto, não é segredo. Esse comportamento já havia sido apontado pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2016, a mais recente disponibilizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a respeito do assunto. De acordo com o levantamento, 94,6% dos internautas preferem utilizar dispositivos móveis para funções que vão além da comunicação, como fazer compras, consultar o tempo e, até mesmo, buscar vagas de estacionamento.


De olho nessa fatia de mercado, empresas de todos os setores vêm inovando para despertar o interesse do consumidor. É o caso da Zul Digital BH, que oferece o serviço de rotativo digital. O aplicativo chegou à capital mineira trazendo todo o know how de mobilidade urbana conquistada em outras praças, como São Paulo, Fortaleza e Salvador, e se destaca por oferecer para o usuário uma série de facilidades que vão além do ato de estacionar.

 

 

AGILIDADE A Zul Digital BH oferece aos motoristas agilidade no cadastro ou com formas de pagamento diferenciadas, com tecnologias como Apple Pay e Google Pay, transferência bancária com confirmação instantânea, além das tradicionais, como boleto, crédito e débito. É a primeira no setor a iniciar também com operações de pagamento com a tecnologia de Touch ID (digital) e Face ID (biometria facial), garantindo toda a segurança do processo.  “Caminhamos para um futuro totalmente conectado. Nesse sentido, por meio do aplicativo de rotativo digital, fornecemos uma ferramenta que melhora o trânsito e torna os centros urbanos mais eficientes e melhores de se viver”, explica André Brunetta, CEO da Zul Digital BH.


Publicidade