Publicidade

Estado de Minas

Telescópio faz bela imagem do glóbulo cometário CG4


postado em 30/01/2015 11:30 / atualizado em 30/01/2015 13:14

(foto: Eso/divulgação )
(foto: Eso/divulgação )
 

Como a boca escancarada de uma criatura celeste gigantesca, o glóbulo cometário CG4 brilha ameaçadoramente nessa nova imagem obtida pelo Very Large Telescope do Observatório Europeu do Sul. Glóbulos cometários são nuvens de gás e poeira relativamente pequenas e isoladas dentro da Via Láctea. Embora pareça grande e brilhante na imagem, o objeto é, na realidade, uma nebulosa tênue, o que o torna muito difícil de ser observado por astrônomos amadores.

A natureza exata de CG4 permanece um mistério. Ele situa-se a cerca de 1,3 mil anos-luz de distância da Terra, na Constelação da Popa. O núcleo do CG4, que é a região que se vê na imagem e se parece com a cabeça de um monstro gigantesco, tem um diâmetro de 1,5 ano-luz. A cauda do glóbulo – que se estende para baixo e não é visível na imagem – tem cerca de oito anos-luz de comprimento. O porquê de o CG4 e de outros glóbulos cometários apresentarem essa forma tão distinta é ainda uma questão em aberto debatida entre os astrônomos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade