Publicidade

Estado de Minas

Cofundador da Apple diz que criação da Apple na garagem de Steve Jobs é mito

Steve Wozniak disse em entrevista que, ao contrário do que se pensava, a garagem da casa do falecido fundador da empresa não era usada para montagem dos produtos


postado em 05/12/2014 15:25 / atualizado em 05/12/2014 15:48

"A garagem não tinha muito propósito, a não ser fazer que nos sentíssemos em casa", contou Wozniak (foto: Kevork Djansezian/Getty Images/AFP)

Ao contrário do que se pensava, os primeiros produtos da Apple, uma das principais empresas de tecnologia do mundo, não foram criados na garagem da casa de Steve Jobs em Los Altos, na região de San Franscico, na Califórnia. Foi o que disse o cofundador da gigante mundial em entrevista à Bloomberg nessa quinta-feira.

Segundo Steve Wozniak, o espaço da casa onde Jobs passou a infância não foi usado para pensar no planejamento, design e protótipos dos produtos. "Tem um pouco de mito na história da garagem", afirmou Wozniak. "Nós não fabricamos nada lá. A garagem não tinha muito propósito, a não ser fazer que nos sentíssemos em casa. Nós levávamos os produtos finalizados para a garagem, os fazíamos funcionar lá e então entregávamos às lojas, que nos pagavam”, contou o engenheiro.

Depois da morte de Jobs, em outubro de 2011, a casa foi declarada monumento histórico. Membros da Comissão Histórica de Los Altos aprovaram por unanimidade conceder este status à propriedade no ano passado. Na ocasião, a comissão chegou a ressaltar a importância da montagem dos computadores no espaço. "Trata-se do local onde a Apple foi fundada e onde os 50 ou 100 primeiros computadores foram montados. Onde ocorreram uma série de eventos que representam uma importante contribuição à história e à herança cultural da Califórnia e dos Estados Unidos", explicaram os membros do grupo.

A casa foi construída em 1951 pelos pais adotivos de Jobs. Desde então, somente uma porta foi substituída e a garagem não passou por qualquer outra reforma.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade