Publicidade

Estado de Minas

SpaceX trabalha com microssatélites para fornecer internet sem-fio


postado em 12/11/2014 08:22

O empresário de alta tecnologia Elon Musk confirmou que está trabalhando em uma rede de microssatélites de baixo custo, que poderiam fornecer internet sem-fio para o mundo todo.

O bilionário por trás da fábrica de carros Tesla informou em sua conta no microblog Twitter que a SpaceX, uma empresa privada de viagens espaciais, "ainda está nas etapas iniciais do desenvolvimento de avançados microssatélites que operam em longas formações".

Musk não deu maiores detalhes, mas prometeu um anúncio dentro de dois a três meses.

O empresário trabalha no projeto com a antiga indústria de satélites de Greg Wyler, que se dedicou a uma missão similar no grupo de internet Google, segundo o jornal Wall Street Journal.

Musk, no entanto, criticou o jornal por ter cometido imprecisões em vários pontos.

Musk e Wyler tentam conceber um dispositivo factível a um custo relativamente baixo para colocar na órbita da Terra 700 satélites, que pesariam menos de 110 quilos e prover internet sem-fio a qualquer local do planeta, acrescentou o jornal.

Os satélites seriam menores, mais acessíveis e muito mais versáteis do que os existentes no mercado.

A nave não tripulada Dragon, de propriedade da SpaceX, pousou nas águas do Oceano Pacífico em outubro, transportando uma pesada carga da Nasa, amostras científicas da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) e suprimentos, equipamentos e recursos informáticos.

A SpaceX é a única nave atualmente capaz de retornar da ISS com carga. Sua última missão à estação orbital foi em abril.

A Nasa depende de empresas privadas para chegar à estação espacial, desde que seu programa espacial encerrou os voos com ônibus espaciais em 2011, após 30 anos de operações.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade