Publicidade

Estado de Minas

Applemaníacos estão de plantão pelo iPhone 6

Megaevento hoje, nos EUA, vai apresentar novo aparelho e outros produtos, como o relógio inteligente e o iPad Air 2


postado em 09/09/2014 07:13 / atualizado em 09/09/2014 07:17

Imagens vazadas na internet do iPhone 6 comparam o novo aparelho ao iPhone 5S: tamanho maior e formato mais arredondado(foto: REPRODUÇÃO DA INTERNET - 8/9/14)
Imagens vazadas na internet do iPhone 6 comparam o novo aparelho ao iPhone 5S: tamanho maior e formato mais arredondado (foto: REPRODUÇÃO DA INTERNET - 8/9/14)

Depois que a Apple confirmou para hoje seu tradicional evento de lançamento de produtos, uma certeza, embora não confirmada pela empresa, já toma conta do mercado: o iPhone 6 já está pertíssimo das prateleiras. Tanto que os applemaníacos há cinco dias dormem em filas em frente à famosa Apple Store de Nova York para serem os primeiros a ter em mãos o novo modelo, fato que ocorre também em outros locais dos Estados Unidos. Interessante é que estar nessa fila não é garantia de compra do produto, uma vez que a Apple pode anunciar o aparelho hoje, mas nada a impede de levá-lo às lojas dias depois. Aliás, fontes dos Estados Unidos informam que os novos modelos só serão postos à venda a partir do dia 19. É aguardar para ver.

No convite enviado pela Apple aos jornalistas norte-americanos para o evento, uma frase é exibida de forma a aumentar as expectativas: “Nós gostaríamos de poder dizer mais”. Trata-se de uma estratégia de marketing da empresa que, claro, vai anunciar outras novidades, mas que a principal estrela será o iPhone 6, não restam dúvidas.

Para deixar ainda mais claro que o iPhone 6 será apresentado hoje, um vazamento na internet, na madrugada passada, indica que várias pessoas já tiveram acesso ao aparelho. São imagens divulgadas que mostram o novo modelo em funcionamento lado a lado com sua versão anterior, a 5S. As fotos foram obtidas em algum ponto da China, onde a Apple usa mão de obra local para produzir muitos de seus produtos, e servem bem para mostrar o tamanho do aparelho junto ao modelo (ainda) atual. É possível notar pelas imagens que no sistema operacional há um espaço maior de tela, resultando em mais uma linha de ícones (a sexta), dispostos no dock.

(foto: REPRODUÇÃO DA INTERNET - 8/9/14)
(foto: REPRODUÇÃO DA INTERNET - 8/9/14)
Pelas imagens vazadas, é possível identificar que a versão do aparelho exibida oferece 64GB de espaço de armazenamento. E, ao que tudo indica, parece estar rodando com o sistema operacional na versão iOS 8.0. Mas, pelo menos observando-se essa primeira foto, não dá para notar praticamente nenhuma mudança no visual do sistema. Entretanto, tudo será revelado hoje, em evento com cobertura mundial. O evento será realizado no Flint Center for the Performing Arts, na cidade de Cupertino, Califórnia, e ocorre quase um ano depois da apresentação oficial dos iPhones 5S e 5C.

Vale ainda ressaltar outra novidade que a Apple pode mostrar hoje, além do seu relógio inteligente (que também já é uma certeza). É o iPad Air 2, equipamento que geralmente a empresa da maçã guarda para ser revelado em um evento à parte. Mas a apresentação do novo tablet pode ocorrer hoje devido ao fato de que a versão provavelmente terá só atualizações sutis em termos de design. Especula-se ainda que o modelo apresente recursos como o Touch ID, ampliação da memória RAM para 2GB e recursos de multitarefa com tela dividida.


Como "ele" deve ser
Duas versões do iPhone 6 com tela mais resistente, feita de safira, devem ser anunciadas hoje. Os modelos deverão vir com displays de 4,7” e 5,5”, que são maiores do que os do iPhone 5C e 5S, que adotam a de 4”. Uma das críticas ao iPhone 5 era justamente com relação ao seu pequeno ecrã, de cerca de 10cm – bem menor dos que os 13cm do Galaxy 5 da Samsung. Com certeza, os novos produtos também ganham um novo design. A traseira de metal é uma delas. Os aparelhos serão apresentados com o iOS 8, a nova versão do sistema operacional para dispositivos móveis da Apple anunciada em junho. Tanto a versão com tela de 4,7” quanto a de tela de 5,5” chegarão às lojas com três capacidades de armazenamento: 32GB, 64GB e 128GB. Parece que a empresa vai deixar de lado de uma vez os modelos de com 16GB.

A versão 6 deverá vir ainda mais inteligente. No fim de agosto, o jornal britânico Financial Times informou que a Apple estava trabalhando com um fabricante holandês para o desenvolvimento de um chip NFC (de near field communication, campo próximo de comunicação na tradução livre do inglês). A tecnologia permite conectar diferentes aparelhos e fazer com que eles se comuniquem a uma curta distância. O recurso já é adotado por alguns aparelhos Android, o que deixa os modelos da Apple um passo atrás. NFC, portanto, pode ser mais uma das boas novidades do novo iPhone.

E justamente devido à implementação de um chip NFC, se confirmado, e com as parcerias que a Apple firmou com as operadoras de cartão de crédito Visa, Mastercard e American Express, o iPhone 6 poderá ainda se tornar um instrumento capaz de fazer pagamentos, como se fosse um cartão multibanco. O usuário teria apenas de associar sua conta bancária ao smartphone, da mesma forma que faz para comprar serviços na App Store ou músicas no iTunes.

Apple da 5ª Avenida, em Nova York: aficionados fazem fila para ser os primeiros na loja(foto: CARLO ALLEGRI/REUTERS)
Apple da 5ª Avenida, em Nova York: aficionados fazem fila para ser os primeiros na loja (foto: CARLO ALLEGRI/REUTERS)

Acompanhe

Toda vez que a Apple anuncia que vai promover lançamentos, todo mundo sabe que será um superevento, despertando a atenção de pessoas de todos os cantos do mundo. Para este ano, se especula, inclusive, a presença da banda irlandesa U2. Se você domina o inglês e está interessado em acompanhar os lançamentos hoje, pode assistir a transmissão via streaming. O site para acessar o evento, que mostra uma contagem regressiva para o seu início, é: http://www.apple.com/live/


Análise da notícia
Sucesso é fundamental


Para a Apple, o iPhone 6 tem de ser mais um sucesso, pois isso é fundamental para a vida da empresa. É bom saber que o smartphone representa, desde que sua primeira versão foi lançada, cerca de 60% da receita total da companhia. Paralelamente, as vendas de computadores da marca estão em curva decrescente e as dos iPads não mostram nenhum crescimento sensível. Com os novos modelos, a empresa busca manter sua competitividade num mercado antes dominado or ela, mas que a cada dia sente mais a presença forte dos aparelhos equipados com o sistema operacional para dispositivos móveis Android, da Google. Rivais como a Samsung, Sony e LG oferecem modelos que desafiam os poderes sedutores do iPhone. Isso justifica, portanto, a preocupação da Apple com o evento de hoje, tentando transformá-lo em um programa marcado de mistérios, mas que não passa de estratégia de marketing.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade