Publicidade

Estado de Minas

Novo smartphone com estrutura em metal é aposta para bater o iPhone 6

O Alpha pode ser a aposta da Samsung para competir com os prováveis novos modelos de iPhone com tela grande, que são esperados para setembro, mas modelo não supera seu antecessor, o Galaxy S5


postado em 19/08/2014 08:21 / atualizado em 19/08/2014 08:17

 Novo aparelho pesa apenas 115g e tem 7mm de espessura, sendo considerado um dos mais finos do mercado(foto: Samsung/divulgação)
Novo aparelho pesa apenas 115g e tem 7mm de espessura, sendo considerado um dos mais finos do mercado (foto: Samsung/divulgação)
  A linha Galaxy de smartphones tops da Samsung ganhou mais um integrante. Depois de algumas semanas sendo especulado pelo mercado (após o vazamento na internet de fotos e especificações técnicas sobre um novo produto), finalmente a gigante sulcoreana apresentou, na semana passada, o Galaxy Alpha. Um equipamento de alto nível e que tem sido chamado pela empresa como a evolução do design Galaxy, uma vez que foi construído em corpo metálico (ao contrário do plástico dos demais) e conta com componentes bem avançados dentro de uma das menores espessuras de toda a série Galaxy (são somente 7mm de espessura e apenas 115g).

Apesar de um corpinho tão esbelto, o Alpha apresenta uma configuração das mais robustas. Tudo começa pelo seu processador octa-core, que combina dois chips de quatro núcleos (um de 1,8GHz e outro de 1,3GHz). É um smartphone com sistema operacional Android 4.4.4 (KitKat) e com características inovadoras em todos os sentidos. Sem dúvida, um dos bons aparelhos do gênero já concebidos. A memória RAM é de 2GB e o espaço para armazenamento de arquivos de 32GB (porém, um pequeno pecado, o dispositivo não conta com entrada para cartões microSD, o que impede qualquer expansão). A tela do Alpha é de 4,7 polegadas Super Amoled com alta resolução de 1.280p x 720p.

São várias as funcionalidades oferecidas pelo modelo. Para citar algumas tops, basta começar pela sua conexão LTE 4G, que permite transferir dados e navegar pela internet em alta velocidade, e a sua conectividade wi-fi e GPS, também presentes de forma competente no aparelho. Ele tem ainda leitor multimídia, videoconferência e conexão Bluetooth. Claro que, para um smartphone desse nível, a câmera teria de ser de alto nível. Pois bem, ela é de 12MP, que permite ao Galaxy Alpha fazer fotos com resolução de 4.608p x 2.592p, além de poder gravar vídeos em 4K (resolução de 3.840p x 2.160p).

O Alpha pode ser a aposta da Samsung para competir diretamente com os prováveis novos modelos de iPhone com tela grande, que são esperados para setembro, em tradicional evento de lançamento que a Apple costuma fazer. Além do acabamento em metal, bastante parecido com os modelos 5, 5C e 5S do iPhone, sua tela de 4,7 polegadas é do mesmo tamanho de pelo menos um dos smartphones da Apple, e que é também especulado para o iPhone 6.

Registra-se que uma das mais antigas reclamações dos usuários da linha Galaxy era justamente a estrutura lateral e traseira de plástico dos modelos. A preferência sempre foi por acabamento em metal e um design visualmente mais bonito (quesito que o iPhone ganha de longe). Até mesmo os aparelhos da linha Galaxy mais tops adotam estrutura de plástico, produto bem menos nobre do que o metal e o vidro já usados pelo iPhone.

Alpha X S5, qual é o melhor?

O Galaxy S5 ainda apresenta detalhes técnicos melhores do que o novo equipamento (foto: Samsung/divulgação)
O Galaxy S5 ainda apresenta detalhes técnicos melhores do que o novo equipamento (foto: Samsung/divulgação)
O Galaxy Alpha ainda não tem data para chegar ao Brasil (deve ocorrer já no mês que vem) nem preço para o país (provavelmente, ficará numa faixa próxima à do Galaxy S5). Pelas fotos divulgadas, serão quatro cores disponíveis: azul, cinza, branco e preto. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já autorizou a comercialização do dispositivo da Samsung, que recentemente apresentou um outro modelo da linha Galaxy, o Galaxy S5 Duos, uma versão dual-chip do famoso e desejado S5.

Ao citar o S5 e vendo chegar o Alpha, uma pergunta surge no mercado: o novo lançamento pode ser considerado o sucessor do modelo anterior? As especificações técnicas de ambos são iguais ou parecidas? Quais as diferenças entre eles? Ou, numa comparação entre os dois, há um vencedor?

Analisando as especificações técnicas dos modelos, dá para identificar que o hardware do Alpha é um pouco inferior ao do S5. Enquanto o novo aparelho conta com dois processadores quad-core (de 1,8GHz e 1,3GHz), memória RAM de 2GB e 32GB para armazenamento, câmera de 12MP e tela de 4,7 polegadas (com resolução de 1.280p x 720p), além de bateria de 1.860mAh, o S5 tem um processador Snapdragon 801 de 2,5GHz, 2GB de RAM e 32GB para armazenamento (mais slot para cartões microSD), câmera de 16MP e tela de 5,1 polegadas (com resolução de 1.920p x 1.080p). Sua bateria é de 2.800mAh. São detalhes importantes e que fazem diferença para o usuário. No mínimo, o S5 leva vantagem em quesitos como câmera mais potente, bateria melhor e com mais vida útil e tela maior com resolução HD.

As imagens propiciadas pelo S5 são inquestionavelmente superiores. A diferença de funcionalidades de câmera pode não ser muito grande porque o aparelho recém-lançado também conta com recursos interessantes, como HDR, dual cam e foco seletivo. Porém, o S5 apresenta um sensor mais potente do que o do Alpha. Outro diferencial favorável ao modelo anterior é sua resistência à água e poeira, detalhes não presentes no Alpha. Diante disso, é possível afirmar que o S5 ainda é o principal smartphone top de linha da Samsung no que se refere a hardware, continuando, portanto, sendo a melhor opção para quem busca alta tecnologia.

Visual e conforto

Mas, para quem privilegia o visual e o conforto no manuseio, o Alpha é muito mais elegante e de dimensões mais compactas, além de ser 30 gramas mais leve do que o S5. O gadget, com acabamento em metal no lugar do plástico, pode estar dando início a uma nova geração de design da empresa, ressaltando estilos mais sóbrios.

Diante dos dois modelos, o que se pode afirmar é que o Alpha, ao contrário do que se imaginou, não chega para ser o sucessor do Galaxy S5, e sim para integrar uma nova divisão da linha Galaxy da empresa, que privilegia os aspectos visuais. São dois ótimos smartphones, mas que não devem competir entre si. A Apple, que prepara o lançamento do iPhone 6 para setembro, que se prepare para enfrentar a concorrência, agora dupla, da Samsung.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade