Publicidade

Estado de Minas

O fino da tecnologia

Molduras de tela repaginadas e o sonho da imagem em 3D são novas apostas para TVs


postado em 16/10/2008 11:57 / atualizado em 08/01/2010 04:11

Alexandre Botão/CB/D.A Press
XS Model Extra Slim, da Hitachi, televisão com apenas 2 milímetros de espessura para os aficcionados em novidades
-->Tóquio — Era consenso entre os representantes das maiores empresas de tecnologia que estiveram na Ceatec 2008 que a guerra pela maior TV de alta definição ou pela mais fina havia acabado. Os discursos nesse sentido se assemelhavam, mas, na prática, se ninguém pretende fazer uma TV com tela superior aos 3,8 metros da Panasonic, o mesmo não parece se aplicar quanto à espessura.

Tanto Hitachi quanto Sony decoraram a feira com TVs gigantescas no tamanho, mas finas como uma revista semanal. A linha Bravia, carro-chefe do estande da Sony, surpreendeu com suas full HDs de 40 polegadas e risíveis 9,3mm de espessura, quebrando a barreira das TVs de altíssima resolução com menos de 1cm de perfil. Abaixo das 40 polegadas, a Hitachi apresentou a versão definitiva da sua XS model extra slim, que tem nada menos que 2mm de espessura. O modelo já havia sido apresentado em forma de conceito na feira do ano passado, ganhou reestilização e começa a ser produzido agora, no ano fiscal de 2009. A má notícia é que nenhuma das TVs tem, ainda, previsão de chegada ao Brasil.

Enquanto isso, o público pouco interessado em exibir suas “TVs-mais-finas-do-mundo” pode optar por outras novidades, como a linha color pattern, da mesma Hitachi, que deu novas cores, pinturas e texturas à moldura da televisão. Cai bem na casa dos mais modernos, mas deve fazer sucesso mesmo é em bares e boates descolados, que usam televisões de LCD para exibir videoclipes.

Nessa briga que todo mundo jura ter terminado, uma nova disputa empolga as equipes técnicas das empresas: a resolução além dos limites tradicionais do plasma e do LCD. E é aí que entra outra atração da Ceatec 2008, a 3D Full HD Plasma Theater. O nome, uma salada de referências conhecidas, reflete a união de diversas tecnologias com o objetivo de proporcionar uma experiência diferente na forma de ver TV. São 103 polegadas de monitor aliadas ao tradicional full HD com disco Blu-ray. Um novo sistema de difusão de imagens foi criado para exibir partes diferentes para cada olho. Com o auxílio de óculos especiais, é possível enxergar o efeito 3D.

A primeira sensação é de estranheza. Como os olhos humanos não estão acostumados a esse modo de exibição, leva uns três minutos até a visão se adaptar. Mas, dali em diante, pedaços da imagem realmente saltam para fora da tela, e a percepção de profundidade é total. O mais impressionante, no entanto, é perceber como esse tipo de TV vai mudar radicalmente a maneira como se vê a transmissão de eventos esportivos, como um jogo de futebol. No vídeo de demonstração, com um dos jogos das Olimpíadas, a sensação era de estar dentro de campo, atrás do gol, acompanhando o lance.-->

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade