Publicidade

Estado de Minas

América convoca a torcida


postado em 06/08/2019 04:06

"Sei que estamos devendo no campeonato, que nossa colocação é ruim, mas peço aos torcedores, de coração, para que a gente se junte" Felipe Conceição, técnico alviverde (foto: Mourão Panda/América)


Com preços promocionais de ingressos, o América chama seu torcedor para pôr fim ao jejum de vitórias em casa e tentar deixar a lanterna da Série B do Brasileiro. Depois de obter quatro dos seis pontos como visitante contra Ponte Preta e Paraná, o Coelho recebe o Londrina hoje, às 21h30, no Independência, com a missão de subir algumas posições na competição e apagar a má impressão deixada nas primeiras rodadas. Em Belo Horizonte, o aproveitamento da equipe em seis jogos é de apenas 11,1%: dois empates e quatro derrotas.

Além de baixar os preços dos ingressos (que custam entre R$ 16 e R$ 40), as primeiras 1 mil mulheres e crianças terão direito à entrada gratuita. A média de público do Coelho na Série B é de pouco mais de 1,5 mil torcedores, com menos de 10% da capacidade total do estádio do Horto. Em seu penúltimo jogo em casa – empate por 0 a 0 com o Oeste –, o Coelho registrou sua pior bilheteria na competição: apenas 1.008 torcedores e R$ 5.130 de renda.

O técnico Felipe Conceição faz apelo para que o torcedor possa ir ao estádio empurrar os jogadores: “Peço à torcida para estar ao nosso lado. Já mostramos que somos competitivos e que podemos enfrentar qualquer adversário em qualquer lugar. Mas precisamos criar um ambiente favorável em casa aos nossos atletas. Sei que estamos devendo no campeonato, que nossa colocação é ruim, mas peço aos torcedores, de coração, para que a gente se junte”.

Dentro das quatro linhas, o Coelho terá duas mudanças importantes. O zagueiro Ricardo Silva cumpre suspensão automática e sua vaga é disputada por Pedrão e Sabino. No setor ofensivo, Júnior Viçosa volta a ganhar chance entre os titulares. Ele ocupa a vaga de Jonatas Belusso, que ainda se recupera de trauma cervical depois de choque em disputa de bola pelo alto.

Viçosa tem como desafio recuperar aos poucos o ritmo de jogo. Ele chegou a ficar fora dos planos quando Maurício Barbieri era o treinador, mas voltou a ser relacionado com a efetivação de Felipe Conceição. “Estou trabalhando. Estava um pouco abaixo dos meus companheiros, mas pude entrar em alguns jogos e melhorando a parte física para estar 100%. O Belusso tomou uma pancada e eu o substituí no último jogo. Espero cumprir bem minha função”, afirma o camisa 9.

O centroavante diz que o ambiente, aos poucos, se torna melhor com a evolução demonstrada pela equipe nos últimos jogos: “Estamos um pouco mais tranquilos. A confiança está voltando, pois conquistamos dois bons resultados fora de casa. É manter o foco e continuar trabalhando forte. O Felipe está conseguindo ajustar a equipe. Precisamos agora voltar a vencer em casa”.

PROTESTO A diretoria americana enviou ontem um ofício à Comissão de Arbitragem da CBF para manifestar repúdio em relação à arbitragem da partida contra o Paraná, principalmente o pênalti que não teria sido marcado no atacante Neto Berola nos acréscimos. O ofício encaminhado pelo clube solicita à entidade uma análise técnica e um retorno formal sobre a atuação da arbitragem em geral na partida.


FICHA TÉCNICA
América x Londrina
América: Jori; Diego Ferreira, Paulão, Pedrão (Sabino) e João Paulo; Zé Ricardo, Willian Maranhão, Juninho, Matheusinho e Felipe Azevedo; Júnior Viçosa
Técnico: Felipe Conceição
Londrina: Matheus Albino; Raí Ramos, Marcondes, Augusto e Breno; França, Anderson Leite (Denner) e Higor Leite; Paulinho Moccelin (Luidy), Safira e Anderson Oliveira
Técnico: Alemão
15ª rodada da Série B do Brasileiro
Estádio: Independência
Horário: 21h30
Árbitro: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Farinha e Thiago Rosa de Oliveira (RJ)
Americanos pendurados: Zé Ricardo, Paulão, Pedrão, Luiz Fernando, Willian Maranhão, Felipe Azevedo e França
TV: Pay-per-view


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade