Publicidade

Estado de Minas

A vez da piscina

Com nove atletas do Minas, equipe brasileira inicia hoje as provas de natação, que devem render muitas medalhas ao país. Norte-americanos e canadenses são os grandes adversários


postado em 06/08/2019 04:06

Miguel Valente, Diogo Villarinho, Vinícius Lanza, João de Lucca, Fernando Scheffer, Sérgio Marques (técnico), Aline Rodrigues, Camila Lins Mello e a argentina Julia Sebastian: nove dos 11 representantes do Minas Tênis Clube no Pan de Lima(foto: Orlando Bento/MTC)
Miguel Valente, Diogo Villarinho, Vinícius Lanza, João de Lucca, Fernando Scheffer, Sérgio Marques (técnico), Aline Rodrigues, Camila Lins Mello e a argentina Julia Sebastian: nove dos 11 representantes do Minas Tênis Clube no Pan de Lima (foto: Orlando Bento/MTC)

Começa hoje o torneio de natação dos Jogos Pan-Americanos Lima’2019. Na equipe brasileira, nove atletas do Minas – Vinícius Lanza, Fernando Scheffer, Diogo Villarinho, Camila Lins Mello, Miguel Valente, Aline Rodrigues, Bruno Fratus, João de Lucca e Guilherme Costa. E além deles uma atleta do clube, a argentina Julia Sebastian, representa sua seleção. As provas eliminatórias começarão sempre às 13h, com as finais sendo disputadas às 22h30. As disputas de hoje serão em quatro nados: 400m livre, 100m peito, 200m borboleta e revezamento 4x100m livre, todos no masculino e feminino.

Um dos destaques mineiros da equipe nacional é a jovem Camila Lins Mello, de 18 anos, que disputará o Pan pela primeira vez. “Fiquei muito surpresa e feliz quando fui anunciada na lista dos nadadores que iriam ao Pan. No Maria Lenk, que era a seletiva, eu não competi bem nos 200m livre, que eu acreditava ser a minha chance. Acabei nadando bem os 200m medley, conquistei a minha primeira medalha individual e ainda garanti a vaga no Pan por essa prova, que eu gosto muito de nadar. É uma expectativa muito grande. Tive uma experiência de grandes competições no Mundial Junior, mas já me avisaram que o Pan é muito maior e diferente. Estou focada e pronta para fazer o meu melhor.” Camila é tratada no Minas como uma joia rara, pois chegou ao cube com 12 anos. Desde então, vem conquistando medalhas em competições nacionais.

Outro nadador do Minas a estrear no Pan é o medalhista e recordista mundial Fernando Scheffer. O atleta, que participou também do Mundial de Gwangju, em julho, vai competir em três provas. “Vou disputar meu primeiro Pan e estou bastante ansioso. É uma competição importante para o Brasil, então quero representar bem a nossa bandeira. A expectativa é tentar subir ao pódio nas minhas três provas – os 200m livre, os 400m livre e o revezamento 4x200m livre. O Brasil tem uma equipe muito forte na natação e com chances de medalhas.”

Um dos mais experiente do grupo é Miguel Valente, também formado no Minas e que competiu nos Jogos Olímpicos Rio’2016. Ele vai disputar os 800m livre e está confiante para conquistar uma medalha. “Estou muito feliz de representar o Brasil e ter classificado para o meu primeiro Pan, já que no último eu fiquei de fora por dois centésimos. Classifiquei-me com boas chances, então meu objetivo é subir ao pódio e, quem sabe, trazer a medalha amarela para casa.”

Os primeiros a cair na água serão Aline Rodrigues e Fernando Scheffer, nos 400m livre; Julia Sebastian, nos100m peito, e Camila Lins Mello, que integra a equipe do revezamento 4x100m livre. O treinador da equipe, Sérgio Marques, também é do Minas e disse estar bastante confiante num ótimo resultado da natação brasileira.
 

MAIS TRUNFOS O Brasil chega a Lima com uma equipe considerada capaz de fazer frente aos norte-americanos e canadenses, que são considerados, até o momento, os favoritos. No entanto, o time verde-amarelo tem nadadores de nome, capazes de alcançar o ouro.

É o caso, por exemplo, de Etiene Medeiros, que vai nadar os 50m costas, buscando o bicampeonato Pan-Americano da prova. Ela é a recordista mundial da distância. Também no feminino, Manuela Lyrio, que nadará os 200m livre e 4x200m livre, é outra esperança de medalha.

Entre os homens, boas chances com Marcelo Chierighini  (100m livres e 4x100m livres), Guilherme Guido (100m livres e 4x100m livres), Felipe Lima (50m peito e 100m peito), João de Lucca (4x100 livres e 4x200m livres), Leonardo Santos (200m medley), Brandonn Almeida (400m livres e 1500m livres) e João Luiz Gomes Júnior (50m peito e 100m peito).
 
 


Publicidade