Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Tudo pronto para o VAR


postado em 30/03/2019 05:09


A Federação Mineira de Futebol (FMF) apresentou e detalhou ontem o projeto do VAR (arbitragem de vídeo) para o Campeonato Mineiro, que começará a ser utilizada hoje, na partida entre Boa e Atlético, no Estádio Dizlon Melo, em Varginha, pelas semifinais da competição.

A apresentação foi conduzida pelo presidente da comissão de arbitragem da FMF, Giulliano Bozzano. “Os valores não são fechados, mas serão em torno de R$ 40 mil, R$ 45 mil por jogo. Neste momento, esse é o custo próximo arcado pela federação”, explicou.

A homologação dos estádios é de responsabilidade dos clubes que estiverem envolvidos nas partidas. O presidente também explicou os detalhes burocráticos para que o Melão, em Varginha, e o Independência, em Belo Horizonte, estejam oficialmente preparados para receber a tecnologia.

“Essa homologação é algo mais protocolar. Recebemos hoje (ontem) a autorização da Ifab e da Fifa para realizar o jogo com VAR.” Segundo Bozzano, a homologação do estádio de Varginha foi feita ontem à tarde a do Independência será hoje à tarde. O Mineirão já está homologado para receber a tecnologia.

Por fim, Bozzano disse que a expectativa para o VAR no Mineiro é boa. A arbitragem de vídeo já é realidade nas principais competições do Brasil – Série A do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil – e sul-americanas – Copa Libertadores, Copa Sul-Americana e Recopa Sul-Americana.

“A tecnologia é algo irreversível no futebol. Torço para que dê certo aqui, que tenha sucesso, para que o esporte seja mais limpo, tranquilo e justo. Torço muito para que dê certo, e aí veremos como vamos fazer no próximo ano”, finalizou o presidente.

Estagiário sob supervisão do editor Álvaro Duarte


Publicidade