Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Boa garante a vaga só nos pênaltis


postado em 24/03/2019 05:06

O único confronto 100% interiorano das quartas de final do Mineiro foi decidido apenas nos pênaltis. Ontem à noite, no Melão, em Varginha, o Boa empatou com o Tombense por 1 a 1, no tempo normal, e contou com erros dos jogadores de Tombos para vencer nas penalidades, por 3 a 0. O adversário nas semifinais sai hoje, do duelo entre Atlético e Tupynambás.

Foi a segunda vitória do Boa sobre o Tombense nesta edição do Estadual – pela fase classificatória, a equipe de Varginha ganhou, também em casa, por 1 a 0. Naquela ocasião, contudo, a atuação foi superior. “No outro jogo, nosso time foi melhor. Hoje (ontem), fizemos o gol muito cedo, acabamos recuando e dando oportunidade ao Tombense de empatar”, ressaltou o goleiro Renan Rocha, que defendeu uma das três cobranças do time de Tombos (de Bruno). As outras duas, de Bruninho e Vander, foram para fora.

Os três cobradores do Boa (Gindré, Chiquinho e Ferreira), por sua vez, mostraram precisão, sem dar chance ao goleiro Felipe, que lamentou a eliminação. “Nossa equipe foi aguerrida, jogadores que não vinham bem, jogaram bem. Agora é erguer a cabeça, porque temos a Série C pela frente.”

Por pouco o jogo não foi decidido sem as penalidades. Gustavo Henrique abriu o placar para o Boa aos 7min, ao receber dentro da área e desviar de Felipe. Éverton empatou meia hora depois. Aos 46 da etapa final, o lance crucial: Gustavo Henrique recebeu de novo cara a cara com Felipe, quase num repeteco do primeiro gol, mas, desta vez, bateu em cima do goleiro.


Publicidade