Conteúdo para Assinantes

Continue lendo ilimitado o conteúdo para assinantes do Estado de Minas Digital no seu computador e smartphone.

price

Estado de Minas Digital

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas digital por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Coelho vence e vai decidir no clássico


postado em 10/03/2019 05:05

América vence o Tupynambás no Independência e brigará diretamente com o Galo pela ponta da tabela do Estadual no próximo domingo(foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
América vence o Tupynambás no Independência e brigará diretamente com o Galo pela ponta da tabela do Estadual no próximo domingo (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)



O horário da partida – 21h, em pleno sábado – não animou a torcida do América a ir ao Independência, que ontem recebeu público de 1.404 torcedores. Mesmo assim, quem foi não desanimou na arquibancada. Nem o time decepcionou. Embalado pelos tambores e pelos gritos da Avacoelhada, Seita Verde e Batom Verde, o Coelho venceu o Tupynambás por 2 a 0 pela nona rodada do Mineiro.

 

Com a classificação já garantida para as quartas de final, a vitória foi importante por dois motivos: deixar para trás a eliminação da Copa do Brasil, para o Juventude-RS, e manter as chances de ser o líder do Estadual. O time do técnico Givanildo Oliveira foi a 21 pontos e vai fazer confronto direto pela liderança contra o Atlético, domingo que vem, às 16h, no Mineirão.

 

“Foi um pouco sofrido, mas a gente poderia ter saído do primeiro tempo com 3 a 0. O volume foi grande, criamos chances, mas perdemos”, avaliou Givanildo. Ontem, ele teve o reforço do capitão Diego Jussani e do artilheiro Júnior Viçosa, que voltaram de suspensão. Por outro lado, não pôde contar com Zé Ricardo, referência no meio-campo, suspenso por causa do terceiro amarelo. Christian foi o substituto, mas machucou a clavícula, foi substituído no intervalo e fará exames hoje.

 

O América não levou sustos no primeiro tempo. Jogou quase o tempo todo no ataque. Não demorou muito a sair o primeiro gol: Matheusinho avançou pela direita e cruzou para Júnior Viçosa, que cabeceou com pouca força, mas o suficiente para tocar no zagueiro e encobrir o goleiro Renan Rinaldi.

 

“Importante marcar, mas o mais importante foi a vitória. Depois da eliminação na Copa do Brasil, que a gente não esperava, estava ansioso para jogar de novo e voltar a vencer”, afirmou Júnior Viçosa, já projetando o clássico contra o Atlético. “Temos a semana inteira para descansar, trabalhar, para, quando voltar a campo, estar bem”, disse. Matheusinho e Viçosa vêm sendo fundamentais para a boa campanha no Mineiro: o camisa 10 lidera em assistências (foi a sexta), e Viçosa ficou a um gol de Alerrandro e Ricardo Oliveira, do Galo, na artilharia, com cinco.


O Coelho continuou pressionando, mas não teve chances claras. O Tupynambás, por sua vez, vem fazendo bom campeonato, está na zona de classificação, graças a jogadores experientes como Leandro Salino e Ademilson, mas ontem pouco fez. Fernando Leal praticamente não trabalhou na primeira etapa.

JOGO MORNO Os últimos 45 minutos foram de raríssimas emoções. O América continuava pressionando, mas pecava no último passe, sem levar perigo. Nem as trocas surtiram efeito: Givanildo mexeu no ataque, com a entrada de Neto Berola e Jonatas Belusso, que pouco acrescentaram. Quem esperou até o fim foi premiado com um belo gol de Matheusinho. Aos 46min, ele cobrou falta com perfeição, no ângulo esquerdo de Renan, marcando um golaço.

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA 2 x 0 TUPYNAMBÁS

AMÉRICA: Fernando Leal; Leandro Silva, Paulão, Diego Jussani e João Paulo; Christian (Morelli, intervalo), Juninho e Matheusinho; Marcelo Toscano, Felipe Azevedo (Neto Berola, 28 do 2º) e Júnior Viçosa (Belusso 38 do 2º)
Técnico: Givanildo Oliveira
TUPYNAMBÁS: Renan Rinaldi; Paulinho, Adriano, Felipe Gregory e Anderson; Léo Salino, Leandro Salino e Marcel (Geovani, intervalo); Matheus Pimenta (Ygor 28 do 2º), Núbio Flávio e Ademilson (Igor Sales 13 do 2º)
Técnico: Felipe Surian
9ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Independência
Gols: Júnior Viçosa 10 do 1º; Matheusinho 46 do 2º
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Marconi Helbert Vieira
Cartão amarelo: Júnior Viçosa, Paulão, Anderson, Leandro Salino
Próximos jogos: Atlético (f), Guarani (c)

Pagantes: 1.404

Renda: R$ 5.340


Publicidade