Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Estado de Minas

Clássico que vale vaga no Mundial


postado em 23/02/2019 05:04

O Minas encontrou dificuldade no primeiro set contra o San Lorenzo, mas acabou vencendo por 3 a 0(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
O Minas encontrou dificuldade no primeiro set contra o San Lorenzo, mas acabou vencendo por 3 a 0 (foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)

 

Vinte e um dias depois de decidirem a Copa Brasil Feminina de Vôlei, Minas e Praia se reencontrarão hoje, a partir das 13h30, em outro duelo decisivo, agora pelo Sul-Americano de Clubes. Quem levar a melhor na partida desta tarde, na Arena Minas, vai garantir vaga no Mundial, que será disputado em dezembro, na China. Os times mineiros lideram o torneio sul-americano, com 100% de aproveitamento. Às 11h, Boca Juniors e San Lorenzo abrem a rodada com o clássico argentino. Os ingressos custam R$ 20, com estudantes, maiores de 60 anos e menores de 12 pagando a metade.

No último encontro, pela final da Copa Brasil, as minas-tenistas levaram a melhor, vencendo por 3 a 1 (16/25, 25/20, 25/21 e 25/18), em Gramado (RS). Desde então, as duas equipes vêm travando equilibrada disputa pela liderança da Superliga – o Minas está na ponta, com 50 pontos, apenas três à frente do Praia.

No Sul-Americano, as mineiras estão invictas, inclusive sem perder um set sequer. Ontem, ambas ganharam o terceiro jogo que disputaram pela competição. Em pouco mais de uma hora, o Praia, com reservas do início ao fim – Ananda, Paula, Gabi, Rosamaria, Ellen, Ednéia e Laís (líbero) – , despachou as bolivianas do Club Olympic por 3 a 0 (25/13, 25/5 e 25/17).

O Minas não encontrou tanta facilidade, mas acabou batendo o San Lorenzo também por 3 a 0 (25/22, 25/12 e 25/19). Assim como havia feito diante do Club Olympic e do Boca Juniores, as comandadas de Stefano Lavarini confirmaram sua superioridade técnica, sobretudo nos momentos de aperto, como no primeiro set, quando as argentinas chegaram a liderar o placar por 6 a 3. A segunda e a terceira parciais foram mais tranquilas, tanto que o treinador passou a rodar mais a equipe, colocando reservas. No ano passado, Minas e Praia também disputaram o Mundial. As minas-tenistas ficaram com o vice-campeonato, perdendo para o campeão Vakifbank, da Turquia, na decisão. Já a equipe do Triângulo terminou na quarta colocação, depois de ser derrotada pelo também turco Eczacibasi na disputa pelo bronze.


SUPERLIGA MASCULINA No Ginásio do Riacho, em Contagem, o Cruzeiro deu mais uma amostra de seu poderio ontem à noite, vencendo o clássico mineiro contra o Minas em 1h35 de partida. A equipe celeste fez 3 a 1 (25/14, 22/25, 25/18 e 25/14), pela oitava rodada do returno, resultado que a manteve na liderança da competição, com 48 pontos. Segundo colocado, com 44, o Sesi visita o Taubaté hoje, às 20h30.


Publicidade