Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Pratos principais

Paella especial de Páscoa

Receita fornecida por Rorigo Zarife, do Bairro Santa Lúcia: (31) 8466-9374


postado em 14/04/2017 09:00

(foto: Marcos Michelin/EM)
(foto: Marcos Michelin/EM)

Ingredientes:

- 10 unidades de camarão rosa VG

- 500 g de camarão vermelho G (sem casca)

- 500 g de lula em anéis

- 800 g de tentáculos de polvo

- 300 g de vongole

- 300 g de mexilhão

- 200 g de paio

- 200 g de lombo

- 100 g de ervilha torta (em vagens)

- 100 g de ervilha de bolinha (grão congelado, passado rapidamentena água quente)

- 1 colher de sopa de cebola

- Meia colher (sopa) de alho picadinho

- 200 g de tomate sem casca, picadinho

- 1 litro de azeite

- 600 g de arroz

- 1 envelope de açafrão espanhol

- Pimentão vermelho a gosto (sem pele e sem semente, assado no azeite)

- Sal a gosto

Para o caldo:

- 500 g de cascas de camarão

- 1 talo de salsão picadinho

- 1 cebola picadinha

- 1 cenoura picadinha

- Sal a gosto

- 2 litros de água

Novidade:

- Se a intenção é inovar, nada como experimentar um ovo de chocolate com pipoca ou um ovo de Páscoa que se come a colheradas. As novidades são da Planet Chokolate, que convida os loucos pela iguaria a provarem, também, o fondue com morangos servido na cafeteria. Contato: (31) 3223-1744.

Modo de Preparo:

Para o caldo de camarão, douraras cabeças e cascas em um pouco de azeite. Acrescentar o restante dos vegetais e deixar fritar por mais alguns minutos. Acrescentar dois litros de água e deixar ferver por uma hora. Coar o caldo e reservar. Usar a panela especial (paella) ou tacho para todo o processo abaixo. No azeite, dourar as lulas, o lombo, o paio e acrescentar a ervilha torta. Pôr mais um fio de azeite.

Dourar a cebola e o alho e acrescentar os tomates sem pele. Misturar tudo. Acrescentar o arroz e deixar torrar por alguns minutos. Quando o arroz estiver bem quente, adicionar o açafrão e o caldo de camarão. Depois, acrescentar os mexilhões, vôngoles, camarões G sem casca e o polvo, previamente cozido em água salgada por 40 minutos. Acertar o sal e deixar ferver. Quando o arroz estiver quase cozido, desligar o fogo e tapar a paella com papel alumínio por 10 minutos.

Destapar e decorar com os camarões VG, grãos de ervilha e pimentões vermelhos.



Gostosura espanhola

(foto: Marcos Michelin/EM)
(foto: Marcos Michelin/EM)

São necessárias algumas breves palavras para contar a história de um dos pratos de maior sucesso da culinária espanhola. No século 15, camponeses saíam para trabalhar levando apenas arroz para comer. Mas eles colhiam vegetais, que eram acrescentados à guarnição, juntamente com carnes de caça. A panela em que era feita a comida - paella - deu nome à refeição. Séculos depois, o prato foi reinventado com frutos do mar, o que o torna ideal para ser feito na Páscoa.

Mas, a história espanhola fica mais gostosa nas mãos do chefe Rodrigo Zarife, o Zazá, que estudou na Espanha e hoje corre as ruas de Belo Horizonte levando a iguaria a qualquer lugar. Zazá carrega todos os ingredientes e aquela panelona dentro do carro. Vai aonde o cliente quiser, em uma demonstração da criatividade brasileira servindo à cultura espanhola. Ele conta que enquanto faz o prato, as pessoas acompanham o show de culinária, tomando um ótimo vinho branco.

Essa exclusividade vem acompanhada de outras delícias da cozinha espanhola. O chefe serve entradas como os calamares a la romana e, depois, ainda pode fazer uma paella de frutas flambada ao rum, com sorvete de creme. Se a intenção é comemorar uma Páscoa especial, nas compras não podem faltar ingredientes para a paella.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade