UAI
Publicidade

Estado de Minas EMIRADOS ÁRABES

'Pareciam bons amigos', diz Eduardo sobre encontro de Bolsonaro e bin Zayed

Mohamed bin Zayed, príncipe dos Emirados Árabes, dirige o país desde 2014 e é classificado como ditador por comentaristas políticos


15/11/2021 14:01 - atualizado 15/11/2021 14:16

Jair Bolsonaro e Mohamed bin Zayed
Encontro de Jair Bolsonaro e Mohamed bin Zayed, nesta segunda-feira, em Abu Dhabi (foto: Reprodução/Twitter Eduardo Bolsonaro)
"Mais pareciam bons amigos se revendo". Foi assim que Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), deputado federal, definiu o encontro entre Jair Bolsonaro (sem partido), presidente da República e pai de Eduardo, e Mohamed bin Zayed, príncipe herdeiro do sheik Zayed ben Sultan Al-Nahyan, considerado o fundador dos Emirados Árabes. A reunião ocorreu nesta segunda-feira (15/11), em Abu Dhabi, capital do país emiradense.
 
"Presidente Jair Bolsonaro encontra com o Princípe Herdeiro de Abu Dhabi, Sheik Mohammed bin Zayed, mas mais pareciam bons amigos se revendo", disse Eduardo Bolsonaro, nesta quinta, no Twitter. 

"E essa relação amistosa se converte em investimentos emiráticos no Brasil, como o fundo Mubadala que arrematou a refinaria de Landulpho Alves na Bahia, rodovia no Rio de Janeiro, metrô da Barra da Tijuca no Rio, dentre outros. O Brasil é o principal país da América Latina que recebe seus bilionários investimentos e eles desejam aumentar esse fluxo de recursos", também afirmou o parlamentar e filho do presidente.

A reunião entre Bolsonaro e o príncipe emiradense foi alvo de críticas. Jornalista da Globo e comentarista político da emissora, Guga Chacra afirmou que Mohamed bin Zayed é um ditador e comparou o governo emiradense a outros países, como Cuba e Venezuela, na América Latina.

"Vale lembrar que Mohammed bin Zayed é ditador dos Emirados Árabes. Nunca foi eleito para nada. Ditadura está em patamar similar a Cuba e Venezuela no ranking da Economist Democracy Index. Cristãos e mulheres sofrem restrições nos Emirados. Bolsonaro se considera amigo do ditador", afirmou, no Twitter, ao comentar a publicação de Eduardo Bolsonaro.

O encontro de Bolsonaro com "MBZ", como também é conhecido, faz parte da viagem presidencial ao Oriente Médio. A comitiva brasileira está nos Emirados Árabes desde o último sábado (13). Nesse domingo (14), a delegação esteve na Expo 2020, em Dubai.

A equipe fica no país emiradense até esta terça (16), quando parte para o Bahrein. Depois, na quarta (17), a comitiva brasileira vai ao Catar. A delegação fica no país até quinta-feira (18), quando deixa a Ásia e retorna ao Brasil após esses dias no Oriente Médio.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade