Publicidade

Estado de Minas PALÁCIO DO PLANALTO

General Santos Cruz critica Bolsonaro e Pazuello: 'Péssimo para o Brasil'

Santos Cruz disse que presidente e ex-ministro envolveram o Exército na política e, assim, 'desrespeitaram a instituição'


24/05/2021 11:11 - atualizado 24/05/2021 12:37

Pazuello e Bolsonaro em discurso em cima de um carro de som no Rio de Janeiro, nesse domingo(foto: Alan Santos/Presidência da República)
Pazuello e Bolsonaro em discurso em cima de um carro de som no Rio de Janeiro, nesse domingo (foto: Alan Santos/Presidência da República)
General de divisão da reserva do Exército Brasileiro, Santos Cruz criticou nesta segunda-feira (24/5) Jair Bolsonaro (sem partido), presidente da República, e Eduardo Pazuelloex-ministro da Saúde, por 'mergulharem o Exército na política'. Santos Cruz relembrou a relação de ambos com as Forças Armadas e afirmou que, independente de patente, 'as mesmas normas e valores' devem ser seguidas.

"De soldado a general tem que ser as mesmas normas e valores. O presidente e um militar da ativa mergulharem o Exército na política é irresponsável e perigoso. Desrespeitam a instituição. Um mau exemplo, que não pode ser seguido. Péssimo para o Brasil", afirmou Santos Cruz pelas redes sociais.

A afirmação foi feita um dia depois de Bolsonaro, capitão reformado, e Pazuello, general da ativa, participarem de um ato no Rio de Janeiro. Nesse domingo (23/5), o presidente realizou um passeio de moto e causou aglomeração por onde passava, sem se importar com regras preventivas por conta da pandemia de COVID-19.

Por fim, em um carro de som e acompanhado de Pazuello e membros do governo federal, todos sem máscaras faciais, Bolsonaro discursou aos milhares de apoiadores que o acompanhavam. O ex-ministro da Saúde também falou com os manifestantes em cima do carro.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade