Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Bolsonaro nomeia mulher de líder do governo para ganhar R$ 27 mil em Itaipu

Ex-governadora do Paraná, Maria Aparecida Borghetti é casada com o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR)


06/05/2021 14:24 - atualizado 06/05/2021 15:05

Em 22 de abril, Maria Aparecida participou de uma reunião com Bolsonaro em Brasília e publicou a foto do encontro nas redes sociais(foto: Redes Sociais/Reprodução)
Em 22 de abril, Maria Aparecida participou de uma reunião com Bolsonaro em Brasília e publicou a foto do encontro nas redes sociais (foto: Redes Sociais/Reprodução)
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nomeou a ex-governadora do Paraná Maria Aparecida Borghetti para o cargo de conselheira da hidrelétrica Itaipu Binacional. A nomeação foi publicada nesta quinta-feira (6/5) no Diário Oficial da União (DOU). 


Marun foi nomeado para o Conselho de Administração pelo ex-presidente Michel Temer. O salário de ex-conselheiro era de R$ 27 mil por reunião.
 
Em 22 de abril, Maria Aparecida participou de uma reunião com Bolsonaro em Brasília e publicou a foto do encontro nas redes sociais.

"Estou em Brasília e pude entregar em mãos a réplica do nosso Palácio Garibaldi ao presidente da República Jair Bolsonaro. Agora, um dos símbolos da história de Curitiba estará no Palácio do Planalto, centro de decisões do país!", escreveu a ex-governadora.
 
O Conselho de Administração da binacional é formado por 14 integrantes.
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade