Publicidade

Estado de Minas NOVO ATAQUE

Kalil sobre Paulo Guedes: 'É um desumano'

Prefeito de BH disse que ministro tem ''apego inexplicável à cadeira'' e ''faz tudo que Bolsonaro manda''


30/04/2021 20:53 - atualizado 30/04/2021 21:35

-->-->-->-->

Kalil fez duras críticas ao ministro Paulo Guedes na noite desta sexta (30/4)(foto: Reprodução/YouTube)
Kalil fez duras críticas ao ministro Paulo Guedes na noite desta sexta (30/4) (foto: Reprodução/YouTube)
 

 

Novo capítulo de ataques do embate do prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD) com o governo Jair Bolsonaro (sem partido). Na noite desta sexta (30/4), o alvo do chefe do Executivo municipal foi o ministro da Economia Paulo Guedes.

 

“É um liberal que deixa um projeto humanitário parado três meses no Congresso. É um desumano. É aquela velha piada: 'o banqueiro morreu do coração. Morreu do coração como? Ele não tem coração'. Então, banqueiro não morre do coração”, disse o prefeito.

 
Leia: Kalil sobre 2022: 'É desumano falar em eleições no meio de pandemia'

Kalil também disse que os ministros do governo têm “apego” pelo cargo que ocupam e obedecem aos anseios do presidente sem questioná-lo.

 

“O presidente manda e eles obedecem. É um apego ao cargo inexplicável. Essa cadeira hoje humilha. Qualquer um que levanta a bunda dessa cadeira sai muito maior. Está a prova do ministro Mandetta aqui”, afirmou.

 

Os depoimentos foram dados em transmissão ao vivo no canal do presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Antônio Neto, no YouTube.

Leia: Kalil: 'Se eu tivesse obedecido o governo, não teria segunda dose'

 

Os ex-ministros da Saúde Henrique Mandetta e da Fazenda e da Integração Nacional Ciro Gomes (PDT), e o ex-prefeito de São Paulo Márcio França (PSB), também participaram do debate.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade