Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

COVID-19: prefeitos se preparam para reunião desta sexta-feira, em BH

O encontro dos prefeitos das cidades de Minas com mais de 100 mil habitantes será com o presidente da ALMG, o secretário de Saúde e o procurador-geral do estado


15/04/2021 17:34 - atualizado 15/04/2021 18:39

Daniel Sucupira (PT), prefeito Teófilo Otoni (camisa verde), durante encontro com Gustavo Nunes (PSL), prefeito de Ipatinga (camisa branca), para traçar os pontos principais da pauta da reunião do Movimento 100 (foto: Divulgação PMI)
Daniel Sucupira (PT), prefeito Teófilo Otoni (camisa verde), durante encontro com Gustavo Nunes (PSL), prefeito de Ipatinga (camisa branca), para traçar os pontos principais da pauta da reunião do Movimento 100 (foto: Divulgação PMI)

O "Movimento 100+", que pretende unir os prefeitos das 39 cidades mineiras com população acima de 100 mil habitantes na busca de soluções para os problemas causados pela pandemia do novo coronavírus, ganhou mais um importante aliado, o prefeito de Ipatinga, Gustavo Nunes (PSL).

Ele e o secretário de Governo, Roberto Soares, se encontraram com o prefeito de Teófilo Otoni, Daniel Sucupira (PT), entusiasta desse movimento, para definir os pontos mais importantes que serão levados à reunião do movimento nesta sexta-feira (16/4), em Belo Horizonte. 

A reunião dos prefeitos que integram o “Movimento 100+” será com o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), Agostinho Patrus Filho (PV); o Procurador-Geral de Justiça de Minas Gerais, Jarbas Soares Júnior, e o Secretário de Estado de Saúde, Fábio Bacherretti.

Durante o encontro em Ipatinga, entre Gustavo Nunes e Daniel Sucupira, Nunes recebeu também uma cópia de Nota Pública que será entregue às autoridades com quatro reivindicações principais para o enfrentamento à COVID-19-19 pelos municípios. Além do aumento da quantidade de vacinas, são pleiteados mais leitos de UTI do SUS para a COVID-19 nas cidades que atendem pacientes das macrorregiões de saúde, medicamentos e outros insumos para os hospitais.

“Estamos empenhados desde o início do nosso governo em resolver os problemas relacionados à pandemia. Temos grande  interesse em imunizar toda a nossa população o mais rápido possível, e não vamos medir esforços para que isso aconteça. Vamos buscar juntos, irmanados no Movimento 100+, recursos para recebermos mais doses de vacinas”, disse Gustavo Nunes. 

Sucupira sustenta que o movimento é um pedido de socorro dos municípios, porque a situação de combate à COVID-19 nessas cidades e nas macrorregiões de saúde de que fazem parte é crítica, sendo necessário o aumento de repasse dos governos federal e estadual para assegurar o pleno funcionamento dos serviços públicos de saúde, bem como os demais serviços essenciais à população. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade