Publicidade

Estado de Minas QUEDA DE BRAÇO

Eduardo Bolsonaro: 'Araújo vem mudando a política internacional brasileira'

Deputado defendeu publicamente o ministro das Relações Exteriores, que foi criticado por Arthur Lira e Rodrigo Pacheco, presidentes da Câmara e do Senado


25/03/2021 20:01 - atualizado 25/03/2021 20:31

Eduardo Bolsonaro defendeu a permanência de Ernesto Araújo no governo(foto: Evaristo Sá/AFP)
Eduardo Bolsonaro defendeu a permanência de Ernesto Araújo no governo (foto: Evaristo Sá/AFP)
 
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) defendeu publicamente o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que vem sendo pressionado pelos congressistas pelo posicionamento do Brasil frente a outros países na pandemia do coronavírus.

Nos bastidores, a saída de Araújo do governo já é vista como possível nos próximos dias.
 
“O alvo da imprensa e da esquerda é o Chanceller Ernesto Araújo, que vem mudando a política internacional brasileira”, publicou o parlamentar no Twitter na noite desta quinta-feira (25/3). 

“Em 2 anos, fomos de anão diplomático financiador de ditaduras para grande parceiro de importantes países”, completou Eduardo Bolsonaro.

O filho do presidente Jair Bolsonaro é um dos que apoia abertamente o ministro. Outro seria o assessor Filipe Martins. 

Ernesto Araújo foi ao Senado para relatar sobre a atuação do ministério na crise da COVID-19, mas recebeu duras críticas de vários parlamentares, que pediram sua renúncia. O presidente da casa, o mineiro Rodrigo Pacheco (DEM), e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) também já haviam criticado o ministro.

Araújo respondeu aos congressistas que dorme "com a consciência tranquila" e que "é preciso reconhecer as qualidades" do governo.

Um dos argumentos dos parlamentares é que o Brasil não conseguiu vacinas a tempo para imunizar a população, aspecto que contribuiu para o aumento da média móvel de mortes no país para 2,2 mil em março. 

Ernesto Araújo, recentemente, chefiou uma comitiva brasileira que foi a Israel tomar conhecimento das pesquisas de um spray nasal contra COVID-19. O medicamento não tem comprovação científica. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade