Publicidade

Estado de Minas IMUNIZAÇÃO

Pazuello sobre mais vacinas para o país: "Continuamos fazendo negociações"

Ministro da Saúde gravou um vídeo para divulgar a distribuição da CoronaVac e afirma que governo cumpriu sua missão


19/01/2021 20:52 - atualizado 19/01/2021 21:19

Pazuello comemorou a logística da distribuição das vacinas em todo o Brasil(foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
Pazuello comemorou a logística da distribuição das vacinas em todo o Brasil (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
 
No dia em que o Brasil começou de fato a vacinação em todo o território nacional, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, garantiu que o governo federal está trabalhando para garantir mais doses da CoronaVac aos estados. Até agora, o Ministério da Saúde distribuiu 6 milhões de imunizantes em todo o país, das quais 42% foram destinadas ao Sudeste e 24% ao Nordeste.
 
“Contamos também com os profissionais do SUS que estão atuando diretamente na vacinação. Continuamos fazendo negociações e aquisições de milhões de doses de vacinas com outros laboratórios. É função do Ministério da Saúde atuar junto aos governos, informar a população e lutar sempre pelo benefício das famílias”, afirma o ministro.

Somente o estado de São Paulo, sede do Instituto Butantan (que produziu a vacina em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech) ficou com cerca de 1,3 milhão de doses. Segundo o Ministério da Saúde, Minas Gerais teve direito a 577 mil doses, das quais 16,5 mil serão destinadas aos grupos indígenas. 

Pazuello comemorou a entrega das doses da vacina CoronaVac a todos os municípios do país. Ele exaltou a logística elaborada pelo Ministério da Saúde, que antecipou o envio dos imunizantes aos 26 estados e no Distrito Federal em 24 horas.

“Tínhamos um planejamento de entregar todas as vacinas do Brasil em cinco dias. Realizamos essa missão em 24 horas ininterruptas. Aceleramos o processo logístico de entregas das vacinas para atender a urgência dos estado em iniciar a vacinação nos municípios”, ressaltou Pazuello.
 

Companhias aéreas 


O chefe da pasta lembrou do esforço de várias companhias aéreas, que se prontificaram a fazer o transporte das vacinas de forma gratuitas a todos os estados. Além delas, atuaram em conjunto o Ministério da Defesa e da Justiça e Segurança Pública.
 
“Concluímos hoje, às 11h, a entrega em todos os 26 estados e no Distrito Federal. Considerando as dificuldades impostas pelas dimensões territoriais do nosso país, foi preciso um esforço em conjunto de instituições públicas e privadas para cumprirmos essa missão. Agradeço o apoio do Ministério da Defesa, do Ministério da Justiça no transporte e na segurança, além da parcerias com companhias aéreas, como a Azul, a Gol, Voepass e Latam”.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade