Publicidade

Estado de Minas SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Presidente do STJ concede prisão domiciliar a Fabrício Queiroz e esposa

O casal teve ordem de prisão preventiva decretada nas investigações da Operação Anjo, relacionada ao esquema das 'rachadinhas'


postado em 09/07/2020 16:46 / atualizado em 09/07/2020 17:10

Fabrício de Queiroz e Márcia de Aguiar são investigados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ)(foto: Redes Sociais/Reprodução)
Fabrício de Queiroz e Márcia de Aguiar são investigados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) (foto: Redes Sociais/Reprodução)
O ministro João Otávio Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiu nesta quinta-feira (9) conceder prisão domiciliar a Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) e à mulher dele Márcia de Aguiar. O casal teve ordem de prisão preventiva decretada nas investigações da Operação Anjo, relacionada ao esquema das "rachadinhas".
 
 
Pelas regras internas do tribunal, o presidente do STJ é o responsável por decidir sobre questões urgentes no recesso.
 
No pedido de liberdade, a defesa de Queiroz usou como argumento a pandemia do novo coronavírus e afirmou que Queiroz "é portador de câncer no cólon e recentemente se submeteu à cirurgia de próstata".
 
* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade