Publicidade

Estado de Minas

Carlos Bolsonaro e Major Olímpio se atacam nas redes sociais

Filho do presidente chamou o líder no Senado de 'bobo da corte' e ouviu que deve parar de molecagem para não prejudicar o pai


postado em 13/10/2019 16:12 / atualizado em 13/10/2019 16:48

Carlos Bolsonaro e Major Olímpio trocaram farpas neste domingo pelo Twitter(foto: Dida Sampaio / Estadão / Lucio Bernardo Jr. Camara dos Deputados)
Carlos Bolsonaro e Major Olímpio trocaram farpas neste domingo pelo Twitter (foto: Dida Sampaio / Estadão / Lucio Bernardo Jr. Camara dos Deputados)

O filho zero dois do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o líder do governo dele no Senado, Major Olímpio, protagonizaram um bate-boca que chegou a níveis escatológicos neste domingo pelo Twitter. Após o senador dizer, na sexta-feira, que os filhos do presidente tem “manias de príncipes” e causam “90% das preocupações” dele, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC/RJ) foi à rede chamar o parlamentar de 'bobo da corte”.

"Conhecemos o ex-presidente do PSL/SP. No hospital, após a facada, o tal Major Olímpio chorou em frente a meu pai, que me determinou foco primordial na eleição do tal. Assim o fiz e hoje, este senhor diz absurdos sobre o trabalho que exerço de forma esgotante. És um bobo da corte", escreveu Carlos Bolsonaro.

Na sequência, o vereador carioca subiu ainda mais o tom. “Não uso os atributos que merece pois seria injustiça com o vaso sanitário! A ingratidão é um dos maiores defeitos do homem. Holofotes mudam os políticos! [João] Doria que o diga e poderia falar mais! Não adianta falar grosso comigo pois estou andando para você!”.

Em resposta a Carlos, Major Olímpio voltou a dizer que o "povo brasileiro elegeu o presidente Bolsonaro, não príncipes para fazer o que querem" e partiu para cima de Carlos, usando como referência uma cena do filme Tropa de Elite. “Você é moleque! Sou bobo da corte que vive defendendo Bolsonaro no Senado, enquanto você ofende todos que querem ajudá-lo. Vá ser vereador no RJ que sua ausência ajudará muito o Brasil”, afirmou.

Olimpio criticou ainda o silêncio de Carlos sobre “determinados temas e assuntos”. “Não flexibilizar princípios e ter coerência é fundamental. A população não é idiota. Agora os princípios e justiça devem ser seletivas?”, questionou. O líder disse ter sido eleito graças a Bolsonaro e que o continuará apoiando, mas sem permitir “molecagem” com ele ou assistir calado “os 'príncipes' prejudicando o governo do pai.”

Depois desse recado, Carlos Bolsonaro rebateu e disse que Major Olímpio “parece uma cadela no cio” quando quer usar sua casa e seu telefone para chegar perto de Jair Bolsonaro e o acusou de também mudar de posição. “Diz defender Bolsonaro. Imagino quem não defende. Se dizia Márcio França, quando Dória venceu foi voando 'conversar', mesmo contra o presidente. Conheço sua laia, canalha”, afirmou.

Carlos Bolsonaro já havia feito uma crítica pública a Major Olímpio na terça-feira (8), quando o senador declarou que uma eventual saída de Bolsonaro do PSL seria como "morar sozinho e fugir de casa".


Publicidade