Publicidade

Estado de Minas

PT diz que vencedores da Mega-Sena vão dividir prêmio com copeiras

As mulheres costumavam participar do bolão promovido pela liderança petista, mas, dessa vez, elas decidiram não investir os R$ 10 cobrados para participar da aposta


postado em 19/09/2019 11:52 / atualizado em 19/09/2019 11:58

(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)

Os 49 cotistas que ganharam R$ 120 milhões na Mega-Sena sorteada nesta quarta-feira (18) decidiram dividir o prêmio com as quatro copeiras responsáveis pela limpeza da liderança do PT na Câmara dos Deputados. A decisão foi confirmada pelo partido nesta quinta (19/9).
 
As mulheres costumavam participar do bolão promovido pela liderança petista. Elas decidiram não investir os R$ 10 cobrados para participar da aposta que deixou os assessores do partido milionários. Os ganhadores decidiram, portanto, rachar o prêmio com o quarteto.

Essa decisão ocorreu depois que alguns deputados ironizaram os integrantes da liderança do PT que ganharam o prêmio da Mega-Sena acumulada. Kim Kataguiri (DEM-SP), por exemplo, disse que queria saber se os petistas iriam "socializar o dinheiro" ou se ele ficaria apenas "na liderança do PT".

 Assunto nas redes sociais


Críticas e elogios ao sorteio da Mega-Sena, promovido pela Caixa Econômica Federal (CEF), fizeram com que a hashtag #DeuPTnoBolao se tornasse um dos assuntos mais comentados do Twitter. O presidente da instituição, Pedro Guimarães, evitou falar sobre o perfil dos vencedores e disse que o sorteio é "técnico e matemático".

Normalmente, vencedores da Mega-Sena permanecem sob anonimato. Primeiro, por uma questão de segurança. Segundo, porque nem a Caixa Econômica tem informações sobre o vencedor dos bilhetes, documentos equivalentes a cheques de título ao portador.

Descobriu-se que os assessores do PT haviam ganhado o bolão durante uma sessão na Câmara, nessa quarta (18), quando os ânimos se exaltaram após o anúncio dos números vencedores da loteria.


Publicidade