Publicidade

Estado de Minas

PF deflagra nova fase de operação e mira suspeitos de hackear autoridades

São cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão em Brasília, São Paulo e Ribeirão Preto


postado em 19/09/2019 11:43 / atualizado em 19/09/2019 11:50

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (19), uma nova fase da Operação Spoofing, que investiga a invasão ao celular do ministro da Justiça, Sérgio Moro, do coordenador da força-tarefa da Lava-Jato no Paraná, Deltan Dallagnol, e de outras autoridades.
 
São cumpridos mandados em Brasília, Ribeirão Preto (SP) e São Paulo. De acordo com a PF, dois suspeitos são alvos de prisão temporária em território paulista.

Cerca de 30 agentes participam da ação. Além das prisões, as equipes policiais fazem buscas em quatro imóveis ligados ao grupo suspeito de envolvimento nas invasões dos celulares de autoridades por meio do aplicativo Telegram.


Publicidade