Publicidade

Estado de Minas

Repórter finge ser paciente para colher informações de Heloísa Bolsonaro

A matéria que foi intitulada como 'O coaching on-line de Heloísa Bolsonaro' foi publicada pela revista Época e gerou discussão nas redes


postado em 13/09/2019 15:43 / atualizado em 13/09/2019 16:20

Mulher do deputado federal Eduardo Bolsonaro, Heloísa é psicóloga(foto: Reprodução/Instagram)
Mulher do deputado federal Eduardo Bolsonaro, Heloísa é psicóloga (foto: Reprodução/Instagram)
Um jornalista da revista Época fingiu ser cliente da psicóloga Heloísa Bolsonaro, esposa do deputado federal Eduardo Bolsonaro. A intenção do repórter era revelar o método de trabalho da profissional.

A matéria intitulada “O coaching on-line de Heloísa Bolsonaro” foi publicada nesta sexta-feira pelo jornalista João Paulo Saconi. No artigo de opinião, ele expressa sua visão sobre Heloísa.

Em publicação feita no Instagram, Heloísa se manifestou e alegou que João nunca se revelou como repórter.

“Quarta-feira peguei meu celular e havia várias chamadas perdidas de um ‘ex-cliente’. Logo que vi, retornei, preocupada. ‘Será que está bem?’ pensei. ‘Então, estou ligando para te comunicar que eu registrei todas as nossas 5 sessões e vou publicar na revista Época. Você quer falar alguma coisa?’ Juro que eu nem entendi na hora, até respondi, confusa: ‘Oi?’ e perguntei: ‘Mas você acha ético isso?’'.

O ex-cliente nunca se identificou como jornalista e muito menos que publicaria uma matéria, o que não teve minha autorização. Cheguei a questioná-lo na ligação, pois não estava acreditando: ‘Você já tinha a intenção de fazer isso, ao me contratar?’ e ele ‘Sim’. Senti-me completamente violada. Em nenhum momento o mesmo informou que estaria gravando. Inclusive, o jornalista quando questionado sobre seu nome completo, ocultou o último sobrenome, o mesmo que ele assina suas matérias”.

Eduardo Bolsonaro se manifestou em sua conta no Twitter. “Minha esposa foi enganada por um mau caráter que se diz jornalista da Época/Globo, João Paulo Saconi, que usou da sua boa fé e profissionalismo para manipulá-la e fabricar uma matéria com o único intuito de assassinar a reputação da família do presidente” declarou o deputado. O presidente da República também repudiou a forma de trabalho do repórter.




*A estagiária está sob supervisão da subeditora Ellen Cristie.


Publicidade