Publicidade

Estado de Minas

Bolsonaro em vídeo antigo: aposentadoria aos 65 'é falta de humanidade'

O vídeo começou a ser compartilhado nas redes sociais porque a mudança definida pelo presidente e divulgada na tarde desta quinta-feira (14/2) confirma as idades de 65 anos para homens, e 62 para as mulheres


postado em 15/02/2019 10:48 / atualizado em 15/02/2019 12:16

(foto: Isac Nóbrega/PR)
(foto: Isac Nóbrega/PR)

Após a divulgação da idade mínima proposta pelo governo federal para a reforma da previdência, começou a circular na internet um vídeo antigo em que o presidente Jair Bolsonaro, então deputado federal pelo Rio de Janeiro, dizia que 65 anos para aposentadoria era uma "falta de humanidade".



O vídeo começou a ser compartilhado nas redes sociais porque a mudança definida pelo presidente e divulgada na tarde desta quinta-feira (14/2) confirma as idades de 65 anos para homens, e 62 para as mulheres. Na gravação, que teria sido feita logo após o ex-presidente Michel Temer apresentar o texto da reforma , Bolsonaro diz que a "expectativa de vida no Nordeste está na casa dos 70. Querer aprovar uma reforma com 65 é, no mínimo, uma falta de humanidade. Querer uma contribuição de 49 anos, isto é um crime", diz o presidente.  

Reforma 


Divulgado na quinta-feira, o novo texto da reforma tem a mesma diferenciação de faixa etária entre os gêneros da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), apresentada pelo ex-presidente Michel Temer: 65 e 62, para homens e mulheres, respectivamente, com período de transição de 10 e 12 anos.  
 
No último parecer de Temer, as idades mínimas só chegaram aos 65 e 62 em 2038. Se a proposta de Bolsonaro for aceita, as idades serão aplicadas em 2029 para homens e 2031 para mulheres. O texto prevê que a idade aumente seis meses a cada ano. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade