Publicidade

Estado de Minas

MP deflagra operação contra fraude em licitação em Minas

A operação envolve desvio de recursos da Prefeitura de Tocantins, na Zona da Mata, no valor de quase R$ 2 milhões


postado em 10/10/2018 09:53 / atualizado em 10/10/2018 17:27

O Ministério Público de Minas Gerais, juntamente com  as polícias Militar e Civil, deflagraram, na manhã desta quarta-feira  (10), a operação para investigar organização criminosa que fraudava licitações em  Tocantins, na Zona da Mata do estado.

Batizada de “Infiltrados”,  a operação cumpriu  seis mandados de prisão, incluindo um dos secretários da  Prefeitura de Tocantins.  De acordo com as investigações,  agentes políticos e públicos, empresários e advogados estão envolvidos na organização provocando desvio de dinheiro público de quase R$ 2 milhões, por meio de  fraudes em licitações realizadas com contratos nulos firmados entre as empresas investigadas e o município de Tocantins.

Além dos seis mandados de prisão, foram feitos 20 mandados de busca e apreensão em Tocantins, Guiricema, Ubá, Belo Horizonte, Congonhas, e Ubatuba. Esta última cidade localizada emSão Paulo.

( Com informações do Ministério Público de Minas Gerais)


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade